Por pbagora.com.br

Nesta segunda-feira (18), o Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e vinculado à Ebserh, reabre 24 leitos destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19.

Tais leitos ficaram à disposição da rede municipal de saúde para o enfrentamento da doença a partir do dia 01 de abril, contudo, em uma reunião realizada no final do mesmo mês, com integrantes da Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e o Ministério Público do Trabalho, ficou definido novo papel do HUAC neste cenário.

Isto é, como os leitos exclusivos para a Covid-19 do Hospital Universitário estavam ociosos, ficou estabelecido que o HUAC seria acionado apenas quando o hospital de referência, o Pedro I, tivesse uma ocupação superior a 50% de sua capacidade. Com isso, os leitos do Hospital Universitário poderiam ser utilizados para o atendimento de outras patologias.

Porém, com o agravamento do panorama geral da pandemia no Estado, o hospital de referência atualmente está com uma ocupação superior a 50% e, portanto, o HUAC foi acionado para efetivamente utilizar seus 24 leitos para o tratamento de pessoas com a Covid-19.

Treinamentos

 

Desde o início da pandemia, o Hospital Universitário realizou diversos treinamentos com os profissionais de saúde. As capacitações abordaram várias temáticas relacionadas ao novo coronavírus, como recomendações do uso correto de EPIs, além da realização de simulações realísticas para o atendimento inicial ao paciente de Covid-19.

 

Sobre a Ebserh     

Desde dezembro de 2015, o HUAC-UFCG é filiado à Rede Hospitalar Ebserh. A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação (MEC), foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, contribuem para a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Brasil tem média móvel de mortes por Covid abaixo de 450

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta…

Planos de saúde estão proibidos de suspender serviços por inadimplência durante estado de calamidade

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, promulgou a Lei 11.794/2020 suspendendo a interrupção da prestação de serviços privados dos planos de saúde por inadimplência. O texto é…