Por pbagora.com.br
doação de orgaos

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, por meio da Central de Transplantes da Paraíba, retomou a captação de órgãos durante a pandemia, na tarde dessa quarta-feira (22), realizando uma doação de multiorgãos, ajudando quatro famílias que aguardavam ansiosas na lista de espera.

Para o diretor geral da unidade de saúde, Laercio Bragança, o dia dessa quarta-feira foi bastante significativo, pois foi retomada a atividade de captação de órgãos na unidade de saúde. “Queremos nos solidarizar e parabenizar a família do jovem de 34 anos pelo gesto nobre e humano, em aceitar, mesmo em meio à dor, a doação de quatro órgãos importantes: coração, fígado e rins. Todos os receptores são de João Pessoa e os transplantes ocorrerão no Hospital Nossa Senhora das Neves”, frisou.

O paciente de 34 anos foi vítima de acidente de motocicleta no último dia 12 de julho, chegando à unidade de saúde com traumatismo cranioencefálico grave com múltiplas contusões encefálicas. Para a mãe do jovem, Fátima Soares de Souza, dizer sim para doação, mesmo num momento tão triste, é sentir o filho vivo em outras vidas. “O legado que meu filho deixou foi de sempre ajudar o próximo e então eu não poderia dizer não agora”, concluiu emocionada.

Os órgãos foram retirados no próprio complexo hospitalar, considerado o maior captador de órgãos do Estado, que conta com aparato de alta complexidade (pinças cirúrgicas, equipamentos cirúrgicos) e seguiram em comboio com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para serem implantados nos receptores. Essa é a primeira doação multiorgãos em João Pessoa e a terceira no Estado da Paraíba durante pandemia.

Na corrida contra o tempo, a Paraíba encontrou quatro pacientes compatíveis com o doador. Um homem de 53 anos (coração), homem de 61 anos (fígado), homem de 34 anos (rim direito) e uma mulher de 48 anos (rim esquerdo). Todos serão operados no HNSN, que é um dos hospitais credenciados. O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires é outro credenciado para realizar este tipo de procedimento.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário descarta torcida na final do paraibano: “Não há a menor possibilidade”

“De antemão eu digo que não há a menor possibilidade disso acontecer”. A declaração foi dada na manhã desta terça-feira (11) pelo secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul…

Justiça dá 24 horas para plano de saúde autorizar tratamento de paciente com epilepsia

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) concedeu liminar determinando que uma operadora de plano de saúde de João Pessoa realize em até 24 horas o tratamento indicado pelo médico…