Por pbagora.com.br

 O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, que integra a rede hospitalar do Governo Estado, prestou 68.287 atendimentos e realizou 6.695 cirurgias em 2015. No mês de setembro, foram atendidos 6.651 pacientes no setor de emergência, desse total, 866 pessoas foram vítimas de acidentes de motos, totalizando no ano 7.757 atendimentos. Em 2014, no mesmo período, foram registrados 8.720 atendimentos a vítimas em acidentes de motos.

 

A unidade de saúde registrou, ainda em setembro, 35 atendimentos a pessoas vítimas de facadas, 65 a vítimas de tiro, 58 por queimaduras, 60 de atropelamento, 66 de acidentes de carro, 51 acidentes de bicicleta e 2.050 por cortes e outros acidentes.

 

O restante dos atendimentos foi ambulatorial e na área de pediatria. A unidade de Campina Grande atende a uma média diária de 250 pacientes.

 

Para garantir a eficiência no atendimento e a assistência a todos, a unidade de saúde conta com 354 médicos, sendo 64 de plantões 24 horas em todas as especialidades de urgência. O hospital dispõe de internação clinica e cirúrgica e também de seis salas no bloco cirúrgico, com 302 leitos.

 

O Trauma de Campina Grande é referência em traumatologia para 203 municípios da Paraíba, além de algumas cidades do Rio Grande do Norte e Pernambuco.

 

O Governo do Estado investe mensalmente cerca R$ 11,5 milhões para a manutenção do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes.

 

Secom-PB

Notícias relacionadas

Brasil ultrapassa 430 mil mortes por Covid, com 2.340 registradas em 24h

O Brasil registrou 2.340 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta quinta-feira (13) 430.596 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos…

JP vacina pessoas em situação de rua com 18 anos ou mais

Dentro do plano de vacinação contra a Covid-19, João Pessoa vacina nesta quinta-feira (13), as pessoas em situação de rua que têm 18 anos ou mais. A vacinação acontece a…