Por pbagora.com.br

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgou nesta quinta-feira (12) orientações à população sobre a conduta de isolamento domiciliar para casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19). Até agora, a Paraíba continua sem caso confirmado e já descartou seis.

Coronavírus é uma doença viral respiratória e sua transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas. A recomendação do Ministério da Saúde (MS) para os casos suspeitos graves é que os pacientes sejam hospitalizados. Já para os casos suspeitos mais leves não há a necessidade de hospitalização, sendo acompanhados por equipes de saúde dos municípios e instituídas medidas de precaução domiciliar.

De acordo com a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares, quem avalia e determina o isolamento domiciliar é o médico junto com uma equipe de vigilância em saúde e por um prazo de 14 dias. “Esse prazo pode se estender por até igual período, conforme resultado laboratorial que comprove o risco de transmissão do vírus. Durante esse tempo, a equipe de vigilância entrará em contato com o paciente, regularmente, para monitorar o estado de saúde daquela pessoa”, explicou.

A portaria de n° 356 publicada nesta quinta-feira (12) no Diário Oficial da União traz um regulamento dos critérios de isolamento e quarentena que deverão ser aplicados pelas autoridades de saúde local para pacientes com suspeita ou confirmação de infecção por coronavírus no Brasil. Com base nisso, Talita Tavares explica que a SES orienta a população sobre a conduta que deve ser adotada diante de uma situação de isolamento domiciliar de casos suspeitos ou, porventura, confirmados. As orientações são:

Você deve limitar todas as atividades fora de sua casa, exceto para obter assistência médica. Não vá para o trabalho, escola ou áreas públicas e não use transporte público ou táxi/passeio.
Use uma máscara quando estiver na mesma sala com outras pessoas e quando você visitar um médico. Se você não pode usar uma máscara, as pessoas que vivem com você devem usar uma enquanto estiverem na sala com você.
Lave as mãos frequentemente e completamente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Use álcool gel a 70% se não houver água e sabão e se suas mãos não estiverem visivelmente sujas. Evite tocar seus olhos, nariz e boca.
Cubra a boca e o nariz com um lenço de papel quando tossir ou espirrar, ou você pode tossir ou espirrar na parte interna da dobra do braço, e lave imediatamente as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.
Evite compartilhar itens domésticos. Não compartilhe pratos, copos, xícaras, utensílios de cozinha, toalhas, roupas de cama ou outros itens com outras pessoas em sua casa. Depois de usar esses itens, você deve lavá-los cuidadosamente com água e sabão.
Limite as pessoas em casa àqueles que prestam cuidados. Restrinja os visitantes que não precisam estar em casa. Outros membros da família devem ficar em outra casa ou local de residência. Se isso não for possível, outros membros da família devem ficar em outra sala ou serem separados da pessoa doente o máximo possível. A pessoa doente deve usar um banheiro separado, se disponível.
Limpe superfícies como balcões, mesas, maçanetas, louças, banheiros, telefones, teclados, tablets e mesas de cabeceira pelo menos uma vez por dia. Limpe imediatamente todas as superfícies que contenham sangue ou outros fluidos corporais.

A gerente executiva lembra que, se a pessoa não tiver nenhum sintoma, poderá continuar com suas atividades diárias como ir ao trabalho, escola ou outras áreas públicas. Talita Tavares alerta ainda que as pessoas não são consideradas em risco de infecção por coronavírus se não tiverem contato próximo com alguém que está confirmado como tendo ou sendo avaliado para Covid-19.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pesquisa da UFPB reforça crescimento na ocupação de leitos de UTI na Paraíba

Estudo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) aponta que a ocupação dos leitos adultos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na Grande João Pessoa, no Sertão e em todo o…

Louro Santos fez show em CG antes de ser diagnosticado com covid-19

Dias antes de ser diagnosticado com a Covid-19, doença que lhe tirou a vida nesse domingo (22), o cantor e compositor Louro Santos fez seu último show em uma boate,…