Por pbagora.com.br

Nesta quarta-feira (02), o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, rebateu as informações, segundo ele inverídicas, de que pacientes que precisem realizar neurocirurgias estejam ficando desassistidos no Hospital de Trauma de João Pessoa após o impasse com a cooperativa de neurocirurgiões que atuava no hospital.

De acordo com o auxiliar do governador João Azevêdo, durante entrevista à Rádio Correio FM, foi criado um esquema de transferência dos referidos pacientes para o Hospital Metropolitano de Santa Rita e que em casos mais urgentes essa remoção será feita inclusive através de helicóptero.

“Foi criado um fluxo de transferência de pacientes com indicação de neurocirurgia para o Hospital Metropolitano através de uma nova unidade de suporte avançado, além de na eventualidade de uma emergência o helicóptero do governo do estado e do Corpo de Bombeiros estará disponível para uma remoção” detalhou.

PB Agora

Notícias relacionadas

Governadores do NE definem termos de aquisição de 25 milhões de doses da Sputnik

Os nove estados do Nordeste, liderados pela Bahia, definiram termos de aquisição de 25 milhões de doses da vacina russa Sputnik. De acordo com as informações falta agora apenas assinar…

Adriano destaca esforço do Governo do Estado no combate à Covid-19

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, destacou nesta quinta (4) o esforço do governador João Azevêdo e do Governo do Estado em combater o coronavírus no Estado,…