A Paraíba o tempo todo  |

Pandemia: decreto conjunto trará toque de recolher e fechamento da orla na PB

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), se reuniram na manhã desta segunda-feira (22) no Palácio da Redenção para definir as novas regras que serão adotadas para combater a disseminação da covid-19.

Após a reunião os gestores realizaram uma coletiva de imprensa onde informaram que um novo decreto será publicado nesta terça-feira (23) para detalhar as novas medidas que deverão ser adotadas nos próximos 15 dias para evitar o aumento de casos de covid-19 e a consequente pressão no sistema de saúde.

Embora o decreto só seja publicado amanhã, algumas das medidas que devem ser adotadas já foram adiantados pelos gestores, a exemplo do adiamento do retorno das aulas presenciais, o fechamento da orla e o toque de recolher em João Pessoa.

As medidas devem valer pelos próximos 15 dias quando as equipes novamente irão analisar os números de casos e de internações para decidir se as medidas irão ser liberadas ou aumentadas em todo o estado.

De acordo com o governador João Azevêdo, tanto o governo quanto a prefeitura possuem diversos pontos de convergência com relação as medidas que devem ser cumpridas e que as demais prefeituras também devem se conscientizar e seguir À risca o que será determinado através do novo decreto.

“Nós temos um plano que recomenda aos municípios que os prefeitos adotem medidas de acordo com as bandeiras, mas outra questão é quando se publica um decreto  como nós vamos fazer, aonde há uma obrigatoriedade daquilo que está no decreto seja cumprido. Vamos usar nossas forças de segurança e órgãos de fiscalização para se fazer cumprir aquilo que está no decreto, mas peço a compreensão dos gestores para que se convençam da necessidade de adoção dessas medidas. Porque o nosso único objetivo é salvar vidas” disse.

Por sua vez, o prefeito Cícero Lucena destacou que a PMJP e o governo estão tomando todas as medidas necessárias para que aqueles que porventura se contaminem com a covid-19 tenham o melhor atendimento possível na rede pública de saúde.

“A Prefeitura junto do governo está tomando todas as medidas necessárias mas é importante que a população tome consciência do seu papel. Esse decreto será de 15 dias para que a gente tenha um reflexo positivo. Estamos tomando todas as providências que nos cabe. A gente sabe da nossa responsabilidade. Até o final de semana estaremos dobrando a capacidade da unidades de saúde no que diz respeito a leitos de UTI. A prefeitura também providenciou a contratação de 5 usinas de produção de oxigênio para evitar a falta por conta da demanda” revelou o gestor.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe