A direção do  Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires emitiu nota à imprensa, nesta sexta-feira (01) para esclarecer o equívoco na divulgação de um atestado de óbito de um paciente vivo. Segundo a nota, houve um erro humano com a troca equivocada do registro de paciente.

NOTA

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires esclarece que por um
erro humano, houve uma troca de registro de paciente. Isso resultou
em informação equivocada de óbito. Porém, ao identificar o equívoco,
a família foi imediatamente informada que o paciente estava vivo, e
segue sob os cuidados da equipe da UTI COVID. Na ocasião, o neto do
paciente pôde, utilizando toda a paramentação com EPI’s necessários,
visitar seu avô. A direção lamenta o erro e ratifica sua solidariedade e
total suporte à família, através do serviço de psicologia e assistência
social do Hospital Metropolitano.

Santa Rita, 30 de abril de 2020

 

CONFIRA

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CVV observa aumento de ligações na PB devido pandemia

A pandemia do novo coronavírus fez aumentar o fluxo de ligações para o Centro de Valorização da Vida (CVV). Diariamente, eram recebidas 8 mil ligações, no país, agora passam de…

Mais de 90 policiais penais testam positivos para Covid-19 na PB

Mais de 95 policiais penais que já testaram positivo para a Covid-19 na Paraíba. Entre eles, 39 já estão recuperados e um, o diretor da cadeia pública de Mamanguape, veio…