Por pbagora.com.br

A direção do  Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires emitiu nota à imprensa, nesta sexta-feira (01) para esclarecer o equívoco na divulgação de um atestado de óbito de um paciente vivo. Segundo a nota, houve um erro humano com a troca equivocada do registro de paciente.

NOTA

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires esclarece que por um
erro humano, houve uma troca de registro de paciente. Isso resultou
em informação equivocada de óbito. Porém, ao identificar o equívoco,
a família foi imediatamente informada que o paciente estava vivo, e
segue sob os cuidados da equipe da UTI COVID. Na ocasião, o neto do
paciente pôde, utilizando toda a paramentação com EPI’s necessários,
visitar seu avô. A direção lamenta o erro e ratifica sua solidariedade e
total suporte à família, através do serviço de psicologia e assistência
social do Hospital Metropolitano.

Santa Rita, 30 de abril de 2020

 

CONFIRA

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho diz que Paraíba deverá imunizar cerca de 115 mil pessoas

“O primeiro lote de vacinas contra o coronavírus deve chegar à João Pessoa por volta de 21h30 desta segunda-feira (18). A previsão é que 54.689 pessoas que formam o 1o…

Vereadora Dona Fátima vai cobrar de Secretaria de Saúde detalhes de campanha em CG

A vereadora de Campina Grande, Maria de Fátima Melo da Silva, mais conhecida como “Dona Fátima” (PODEMOS), garantiu nesta quinta-feira (21), que vai cobrar da Secretaria de Saúde do Município,…