Em áudio que circula por meio das redes sociais, atribuído ao secretário municipal de Saúde da capital, Adalberto Fulgêncio, ele encoraja os profissionais da saúde municipal a continuarem na luta pela orientação e para a prevenção ao Coronavírus.

Na gravação, Adalberto Fulgêncio revela que novos casos devem aparecer na Paraíba até sábado, com eventuais óbitos, mas que principalmente os profissionais de saúde não devem entrar em pânico, já que as estatísticas mostram que cerca de 80% dos casos vão ser leves e moderados.

“O vírus está circulando na cidade, todavia temos profissionais da saúde diligentes. Mas vamos ter calma uma coisa é uma pessoa leiga, outra são profissionais da saúde ficarem em pânico. Quem é diretor de UPA, diretor de clinica, que tem cargos de comando, tem que manter a calma, pra primeiro acalmar os seus colaboradores e também passar tranquilidade para os usuários. Então vamos aguentar firmes é nesse momento que nossa liderança deve aparecer, pois 80% dos casos vão ser leves e moderados”, afirmou Adalberto.

Essa semana o prefeito Luciano Cartaxo apresentou um decreto n°9.456/2020 que estipula as seguintes medidas de prevenção e combate ao coronavírus:

  • Recomendação a pacientes com sintomas respiratórios para ficarem restritos ao domicílio e evitar ambientes com aglomerações.
  • Disponibilização de Central de Orientações por telefone com médicos para atender em plantão a população.
  • Suspensão de eventos de massa governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais religiosos) com público superior a 250 pessoas em espaço aberto e superior a 100 pessoas em espaços fechados.
  • Locais de grande circulação de pessoas, como terminais urbanos, shopping centers e comércio em geral devem reforçar medidas de higienização e disponibilizar álcool gel 70%.
  • Os serviços de alimentação, tais como restaurante, lanchonetes e bares deverão adotar medidas de prevenção para conter a disseminação da Covid-19.
  • Os estabelecimentos de ensino deverão manter rotinas de prevenção.
  • O Procon realizará fiscalizações pata coibir o aumento injustificado de preços de produtos de combate e proteção ao Covid-19.
  • Ficam suspensas as viagens de servidores do município programadas, enquanto perdurar o estado de emergência de saúde pública.
  • Suspensão de férias aos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde até 15 de maio.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Equipe do Hospital de Patos é treinada para manusear novos ventiladores mecânicos

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, já vem há algum tempo se adequando para atender os casos de pacientes com suspeita de coronavírus. Nessa quinta-feira (9), um…

Justiça determina aos planos de saúde liberação de carência

A Justiça atendeu ao pedido da Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) para que as empresas de plano de saúde que atuam no Estado autorizem, independentemente do prazo de…