Por pbagora.com.br

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está realizando uma série de palestras sobre cuidados básicos e procedimentos a serem adotados em caso de síndrome gripal (seja de Influenza H1N1 ou sazonal). Nesta segunda-feira (27) aconteceu a palestra para diretores de escolas da rede particular de ensino. Durante esta semana, serão realizadas ainda na SMS, na Estação Ciência e no Centro Administrativo Municipal.

De acordo com Julia Vaz, diretora de Vigilância à Saúde, as palestras são importantes para esclarecer as dúvidas que a população tem, principalmente sobre o H1N1. “Na terça-feira acontece a palestra com os funcionários da SMS, às 10h, no auditório do DAS; na quarta-feira haverá a palestra na Estação Ciência, às 12h30, para os funcionários do local; na quinta-feira, dia 30, às 14h, acontece a conversa com diretores de escolas e Creis municipais. Já na sexta-feira, dia 31, às 9h, acontece, também no auditório do DAS, a palestra para representantes de instituições de longa permanência de idosos”, relatou Julia.

Nesta segunda-feira, na palestra para os diretores de escolas particulares, foram passados os procedimentos básicos para tentar evitar o contágio do vírus entre os alunos. “É importante que as pessoas tenham os cuidados básicos de higiene, como lavar sempre as mãos e colocar as mãos na frente de boca e nariz antes de tossir ou espirrar. É importante também que as escolas deixem as salas ventiladas e que a comunidade escolar evite usar os bebedouros coletivos”, comentou Julia.

O presidente do Sindicato de Estabelecimentos de Ensino do Estado da Paraíba, Odésio Medeiros, disse que a iniciativa da SMS de fazer as palestras é importante para que as pessoas não tenham apenas medo da doença, mas saibam as formas de precaução. “Queremos alertar os diretores que eles devem tomar algumas precauções e passar isso para os professores e alunos. Isso será muito importante para a cidade”, comentou.

Profissionais da Saúde de Bayeux recebem treinamentos de combate a gripe ”A”

A prefeitura de Bayeux, por meio da Secretaria de Saúde, está desenvolvendo uma série de ações de capacitação dos profissionais da área durante esta semana. A primeira aconteceu na última segunda-feira, com o objetivo de orientar os agentes de endemia no combate ao Caramujo Africano. Nesta terça-feira (28), ocorre o treinamento sobre protocolo de Manejo Clínico e Vigilância Epidemiológica da gripe A e na quarta-feira será a vez de os profissionais adquirirem mais conhecimento acerca do enfrentamento à Leishmaniose, doença conhecida como calazar. A primeira atividade teve a presença de 53 agentes de combate a endemias do município, os quais receberam aperfeiçoamento no que se refere à extinção do caramujo africano, bastante comum em quintais e terrenos baldios na época de chuva.

“A proposta é garantir um treinamento adequado aos servidores da saúde para atuarem nas mais diversas situações, de acordo com as atribuições de cada profissional, contribuindo assim para levar saúde à população”, comentou o secretário de Saúde de Bayeux, Jomar Paulo Neto.
Médicos e enfermeiros das Equipes de Saúde da Família tiveram acesso ao novo Protocolo de Manejo Clínico do Ministério da Saúde e Vigilância Epidemiológica da Influenza A (H1N1). O trabalho preventivo consiste na preparação dos funcionários no caso de surgimento de casos da nova gripe em Bayeux. A palestra será ministrada por representantes do setor de Resposta Rápida da Secretaria de Estado da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Os profissionais vão receber instruções no caso de suspeita da doença para promover uma assistência imediata aos pacientes”, informou o secretário. O município disponibilizou equipamentos de proteção individual, que são as máscaras, para a realização dos procedimentos.
O prefeito Jota Júnior lembrou que até agora não foi notificado nenhum caso da gripe A em Bayeux, porém a cidade contará com um intensivo trabalho de prevenção da doença. “Queremos capacitar os servidores em situações de suspeita ou mesmo de uma provável epidemia no país, já que nossa cidade abriga o aeroporto. Estamos realizando ações estruturantes em todos os setores da saúde”, ressalta.

Dando continuidade ao cronograma de atividades da saúde, os agentes de endemias passarão por um treinamento sobre Leishmaniose na quinta-feira (30). Durante todo o dia, eles vão conhecer a doença e obter informações de como atuar para a erradicação da doença, que é transmitida ao homem por meio da picada de um mosquito contaminado, e acomete com frequência os cães. As aulas serão ministradas pela equipe de Vigilância em Saúde do Município
Segundo o secretário, os agentes vão atuar como multiplicadores junto à comunidade, tanto em relação ao caramujo (manejo apropriado), quanto ao calazar. Serão contemplados todos os 53 agentes de combate às endemias e os profissionais das 28 Equipes de Saúde da Família.

 

Assessoria

 

Notícias relacionadas

CMJP abrigará centro de testagem para Covid-19 a partir desta terça-feira

  A Câmara Municipal de João Pessoa vai abrigar um centro de testagem para Covid-19 a partir desta terça-feira (13). A estrutura disponibilizada pela Secretaria Municipal de Saúde vai oferecer…

João anuncia equipamento para acomodar pacientes do interior que precisem dormir em João Pessoa

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), anunciou nas suas redes sociais a construção de um prédio de acolhimento em parceria com o Hospital Padre Zé para a hospedagem de pacientes do…