O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza nesta sexta-feira (31), no Busto de Tamandaré, em João Pessoa, diversas atividades para lembrar o Dia Mundial de Combate ao Fumo, celebrado no dia 31 de maio. A programação começa às 6h e segue até 9h, com o objetivo de trabalhar a prevenção do tabagismo.
 
Entre os serviços ofertados gratuitamente à população, estão: teste de glicemia; aferição de pressão arterial; avaliação do índice de massa corporal (IMC); testes de monoximetria (nível de monóxido de carbono no organismo), espirometria (exame de pulmão), Fargestrom (avalia o grau de dependência à nicotina); alongamento e aeróbica; atividade física, tai-chi- chuan; e distribuição de material educativo.
 
De acordo com a chefe do Núcleo de Doenças e Agravos não Transmissíveis da SES-PB, Gerlane Carvalho, este evento pontual reafirma o trabalho feito durante todo o ano. “O Dia Estadual de Combate ao Fumo é mais uma data em que podemos alertar a população para a prevenção do tabagismo, bem como seu tratamento e a proibição do uso do cigarro em ambientes de uso coletivo total ou parcialmente fechados, conforme a Lei Federal de Anti-Fumo que fortalece a Lei Estadual nº 8958. Nosso foco principal é atender os fumantes, sejam eles ativos ou passivos, desenvolvendo tanto o trabalho de prevenção, quanto de alerta”, disse ela.
 
O cigarro figura como potencializador de doenças crônicas. “Nosso papel é orientar, mostrar que existem maneiras de parar de fumar, oferecer apoio psicológico, para que, consequentemente, o paciente se sinta motivado a procurar ajuda profissional, deixar o vício e mudar de vida”, pontuou Gerlane.
 
As atividades são realizadas por meio de parcerias com a Associação Médica da Paraíba, Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), Secretaria de Estado Educação, Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa, Sociedade Paraibana de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Pneumologia de Tisiologia, Ligas de Pneumologia (PneumoLiga) e Cardiologia (Cardioliga-PB), Clínica Pulmonar e Planos de Saúde (Geap, Cassi, Afrafep, Unimed).
 
Dados – O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta – cerca de 1 bilhão e 200 milhões de pessoas – seja de fumantes.
 
De acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/Diretoria de Pesquisas), a Paraíba possui atualmente 468.596 fumantes (11,5% da população) e, destes, 92.197 estão em João Pessoa.

Em 2016, em todo o Estado, 575 pessoas morreram vítimas de cânceres relacionados ao fumo (laringe, pulmões, boca e faringe). Em 2017, foram 618 mortes. No ano passado, o número de mortes caiu para 594 e em 2019, até o momento, foram registrados 213 óbitos.
 
Cigarro – A nicotina, presente no cigarro, causa dependência e age na região do cérebro. Cerca de 50 doenças graves estão relacionadas ao tabaco, entre elas: câncer de pulmão, boca, laringe, estômago; leucemia; infarto; bronquite; infecções respiratórias; trombose vascular. A fumaça do cigarro tem mais de 4600 substâncias, entre elas 40 são cancerígenas.
 
Tratamento – O paciente é atendido na Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu município e, posteriormente, encaminhado ao serviço adequado para sua necessidade. Na Paraíba, existem atualmente 37 Centros de Referência para Tratamento dos Fumantes, onde se pode buscar apoio para se livrar do vício em nicotina. O serviço é oferecido em Unidades de Saúde da Família; em Centros de Atenção Psicossocial (Caps); Centros de Atenção Integral à Saúde (Cais); Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e Centros de Saúde. Em alguns casos, os pacientes abandonam o cigarro com menos de um mês de acompanhamento.
 
O tratamento nesses locais é mantido pelo Ministério da Saúde, que repassa medicamentos ao Estado. Este, por sua vez, é responsável pela qualificação das equipes, monitoramento do trabalho nos centros e pelo encaminhamento do material enviado pelo Ministério. Os municípios entram com a administração das unidades de saúde.

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Oportunidade: PMCG oferta 17 vagas para residência médica

A Secretaria de Saúde de Campina Grande, em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande, lançou edital de seleção para o Programa de Residência Médica do município. São 17…