Faleceu, nesta segunda-feira (18), aos 64 anos, o delegado da Polícia Cívil Dr. Luiz Barros de Pessoa vítima da Covid-19. Ele estava internado em um hospital particular de João Pessoa.

Atualmente, ele exercia suas funções na Delegacia de Polícia Civil da cidade de Mogeiro, no interior da Paraíba. O servidor possuía 33 anos de serviços prestados à sociedade.

A Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba – ADEPDEL emitiu uma nota de pesar em que destaca que os policiais da Paraíba correm grande na atividade laboral durante a pandemia.

Nota

“A Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba – ADEPDEL vem manifestar profundo pesar pelo falecimento do Delegado de Polícia Civil, Dr. Luiz Barros de Pessoa, nesta segunda (18/05), acometido por Covid-19.
Os policiais da Paraíba colocam suas vidas em risco para proteger o cidadão, em que pese as graves dificuldades financeiras que os familiares passarão pelo falecimento do ente querido, uma vez que terão graves perdas salariais pelo não pagamento do subsídio pelo Estado (Lei Estadual 9082/2010).

Infelizmente, aqui na Paraíba, esses episódios estão virando rotina: os policiais civis não têm valor quando morrem ou se aposentam, mas continuam protegendo a sociedade enquanto vivos.”

Nota de Pesar da Polícia Civil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

HU de Campina Grande comemora primeiras altas de pacientes com Covid-19

O Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e vinculado à Rede Ebserh, teve suas primeiras altas de pacientes com Covid-19. As duas mulheres, uma…

PB tem 3ª maior taxa de cumprimento do distanciamento social no Nordeste

Uma pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), mostra que a Paraíba tem a terceira maior taxa de população que cumpre medidas de distanciamento social durante a pandemia de…