A Paraíba o tempo todo  |

Covid: Geraldo Medeiros diz desconhecer preferência da vacinação por CG

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, disse, nesta quinta-feira (03), desconhecer a informação dando conta que a cidade de Campina Grande teria prioridade no recebimento de vacina contra Covid-19 na Paraíba. E ressaltou ainda que, a preço de hoje, não há nenhuma vacina no país registrada na Anvisa.

O secretário ponderou que, de fato, as vigilâncias em saúde dos municípios e Estados do país estão prontas para realizar a vacinação. “O problema é que todas essas vacinas necessitam da habilitação do registro da Anvisa, que, habitualmente, em um tempo ágio, levam aproximadamente dois meses”, disse.

A expectativa do secretário é de que o programa de implementação da vacina para o grupo de risco e profissionais da saúde e segurança pública deve ser estabelecido em fevereiro ou março.

A resposta de Geraldo veio após um boato sobre a chegada da imunização contra a Covid-19 prevista já para a segunda quinzena de dezembro. A desencontro de informações aconteceu após um pronunciamento do secretário de saúde de Campina Grande, Filipe Reul, de que a rede municipal estaria sendo preparada para a vacinação.

No entanto, posteriormente, o próprio Filipe desmentiu os boatos da chegada do medicamento e reforçou que o que está ocorrendo era, na verdade, uma organização e reativação dos postos de vacinação para preparar a cidade.

 

PB Agora

 

 

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe