O secretário estadual de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros reforçou a importância do isolamento domiciliar na Paraíba como medida eficaz para conter a propagação do novo coronavírus no Estado. O secretário enfatizou que o confinamento ainda é a maneira de impedir o vírus, visto que ainda não existe vacina para eliminar o vírus.

A declaração do secretário foi feita após um grupo de comerciários realizarem um protesto em Campina Grande na tentativa de convencer o prefeito Romero Rodrigues a rever a decisão da semana passada e reabrir gradativamente o comércio local. O movimento reuniu cerca de 150 pessoas, entre funcionários e lojistas, e os manifestantes exibiram cartazes com frases, cantaram o hino nacional e rezaram de joelhos em frente às lojas fechadas.
O sindicato dos comerciários também emitiu nota destacando a necessidade do confinamento nestes dias de pandemia.

Após reforçar o pedido de isolamento social e alertar para o fato de que o novo coronavírus ainda não chegou ao pico de propagação na Paraíba, o secretário, Geraldo Medeiros reafirmou que a doença ainda não atingiu o pico no Estado.

Ele contou que “a previsão é de que ocorra o pico dessa curva exponencial, que nós estamos tentando achatá-la até primeira quinzena de maio.

De acordo com Geraldo Medeiros, por esse motivo o Estado vem tomando medidas de precaução no sentido de montar todo um arsenal de leitos em João Pessoa e em Campina Grande para o atendimento de pacientes, pois “90% dos casos ocorrerão nessas duas cidades”.

A Paraíba tem 633 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta segunda-feira (27). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 53 no estado desde o início da pandemia. As cidades de Lagoa Seca e Mari registraram os primeiros casos.

Com o avanço da Covid-19, foram registrados 90 novos casos , sendo 61 em João Pessoa, 7 em Santa Rita, 5 em sapé, 3 em Campina Grande, 3 em Cabedelo, 2 em Bayeux, 2 em São Bento, 1 em Esperança, 1 em Mari, 1 em Lagoa Seca, 1 em Patos, 1 em São João do Rio do Peixe, 1 em Cruz do Espírito Santo e 1 em Pedras de Fogo.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Divulgada 19ª lista de profissionais para atuar no combate à Covid-19 na PB

No dia em que a Paraíba ukltrapassou os 10 mil casos de Covid-19, a Secretaria de Estado da Saúde publicou no Diário Oficial do Estado da Paraíba a 19ª chamada…

Sem eficácia, PB exclui cloroquina do protocolo de tratamento da covid-19

A Secretaria de Saúde da Paraíba incluiu em seu protocolo de atendimento aos pacientes acometidos de covid-19, a não recomendação do uso de hidroxicloroquina para tratamento da doença no estado.…