Apesar das medidas de restrição impostas pelo governo da Paraíba, e secretarias de saúde dos municípios, o novo coronavírus se espalha pelo Estado e já chegou a 23 cidades.
Mais de 10% das cidades paraibanas já apresentam algum caso confirmado coronavírus. O último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), mostra que o número de cidades atingidas pelo vírus subiu para 23, de um total de 223 municípios paraibanos. João Pessoa ainda é a mais atingida, com 205 casos, representando 68% do total de casos.

Além de João Pessoa, as cidades com o maior número de casos são Santa Rita, com 24 casos confirmados, Campina Grande, com 20 casos, Cabedelo, com 12 casos, Bayeux, com 9 casos e a cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, com 8 casos de Covid-19 confirmados.

As cidades de Junco do Seridó e Sapé apresentam três casos cada e Cajazeiras e Sapé também já têm confirmado dois casos em cada município. Por enquanto, outras 13 cidades da Paraíba possuem um caso confirmado cada uma.

Além disso, em cinco dias, o número de casos confirmados em toda a Paraíba aumentou 46%. Em números absolutos é possível perceber que houve um aumento de 96 casos entre os dias 17 de abril e 21 do mesmo mês.

O número de casos confirmados na Paraíba chegou a 301 e 39 mortes, 11 a mais em relação ao primeiro dia analisado, um aumento também de quase 40% no número de óbitos.

Entre as vítimas, está um técnico de enfermagem de 56 anos morreu por Covid-19, Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o profissional era cardiopata. No Conde, um jovem de 18 anos, morador do Loteamento Cidade das Crianças,é o primeiro caso confirmado na cidade.
Por determinação do governador João Azevedo, as medidas de isolamento social, seguem na Paraíba, até o novo coronavírus ser controlado.

Diante da pandemia, o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirmou que os profissionais da saúde estão na linha de frente e precisam de cuidados redobrados no momento da pandemia do novo coronavírus. Ele explicou, durante entrevista veiculada na Rádio Caturité FM, que todos os profissionais de saúde do Estado que estão no combate à Covid-19 receberam orientações para que utilizem os equipamentos de proteção individual da forma correta.

Geraldo ainda ressaltou que todas as pessoas, especialmente as que fazem parte do grupo de risco – idosos e pessoas com doenças crônicas – devem tomar as mesmas precauções de segurança individual, como o isolamento social, lavar sempre as mãos e utilizar máscaras e luvas sempre que for preciso.

– 15% a 20% dos profissionais de saúde adoecem durante a pandemia e é essencial que se protejam. Desde fevereiro que todas as unidades de saúde foram capacitadas no sentido de utilizar adequadamente seus instrumentos de proteção individual – frisou.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba atingiu hoje um total de 7.823 infectados e 272 mortes por Covid-19

A Secretaria de Saúde registrou um total de 272 mortes por covid-19 na Paraíba neste domingo (24). O boletim epidemiológico divulgado nesta tarde também registrou 7.823 casos confirmados, 2.208 recuperados…

Romero anuncia que CG terá medidas mais restritivas para conter Covid-19

Em comunicado por meio de sua assessoria o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, vai anunciar em live, nesta segunda-feira (25), um novo pacote de medidas restritivas mais rígidas em…