Diante do cenário de pandemia causado pelo novo coronavírus no Brasil e no mundo, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) segue desenvolvendo ações para enfrentamento da Covid-19 e, em mais uma importante iniciativa, vai prestar assistência psicológica aos profissionais de saúde que estão na linha de frente no atendimento de pessoas infectadas ou com suspeitas de contaminação pelo novo coronavírus na Paraíba. O trabalho será desenvolvido pela Clínica de Psicologia da Instituição, em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES/PB).

O plano de ação para suporte psicológico aos profissionais de saúde utilizando a estrutura da UEPB surgiu depois do Governo do Estado perceber que os profissionais de saúde que atuam no controle e combate à Covid-19 demonstraram estar amedrontados diante do problema e precisarem de apoio psicológico para lidar com essa pandemia. Responsável por coordenar o plano de ação na UEPB, a professora Laércia Bertulino, coordenadora do Curso de Psicologia, explicou que os psicólogos que comporão a ação possuem experiência em Psicologia Clínica, Plantão Psicológico e em Intervenção Psicossocial com Grupos.

A escala de atendimento será montada pela coordenação do projeto da UEPB e será adequada conforme a demanda apresentada no desenvolvimento do plano de ação. O Curso de Psicologia da Universidade conta com 40 profissionais prontos para atuação no plano. A diretora-geral do Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (CEFOR-RH/PB), da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB), Vanessa Cintra, destacou que essa parceria tem por objetivo criar um canal de comunicação e apoio psicológico aos profissionais de saúde.

A proposta está construída no sentido de disponibilizar uma central telefônica, com psicólogos de plantão, para fazer a triagem dos profissionais, direcionando-os para o melhor suporte, e ofertar atendimento individual com psicólogos cadastrados pela UEPB, que atuarão por videoconferência com apoio da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), utilizando uma ferramenta criptografada para garantir o sigilo da atividade.

O Plantão Psicológico vai ofertar até quatro escutas psicológicas individuais para o profissional de saúde que procurar o suporte. Para isso, a Secretaria de Estado da Saúde disponibilizará um número de telefone para contato, por meio do qual os profissionais de saúde passarão por uma primeira escuta, a fim de triagem da demanda e direcionamento do tipo adequado de assistência. Em uma segunda linha de ação, a equipe de Psicologia da UEPB comporá salas virtuais com oficinas e palestras de Apoio Motivacional e/ou Suporte Psicossocial, que possibilitem um espaço de acolhimento e direcionamento da assistência para o profissional de saúde.

Ainda essa semana a SES/PB disponibilizará o número do telefone para atendimento. Uma reunião está marcada para esta terça-feira (31), com a chefia de Recursos Humanos e a chefia de Psicologia dos principais hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Estado, para detalhar como será executado o plano e como eles poderão ter acesso ao serviço.

Empenhado na execução do plano, o reitor Rangel Junior destacou que a situação que o mundo atravessa em decorrência da pandemia da Covid-19 está impondo um desafio enorme para todos. Ele ressaltou que devido ao medo de serem infectados e transmitir o vírus, muitos profissionais de saúde passaram a entrar em um processo de adoecimento, o que requer suporte psicológico. “Todos nós precisamos ajudar aqueles profissionais que estão ajudando a cuidar das pessoas que lutam contra o novo coronavírus”, enfatizou o reitor.

Também integram o projeto a secretária-executiva de Saúde da Paraíba, Renata Valéria Nóbrega; os psicólogos Ernande Valentin e Lucílvio Eleutério da Silva; e a professora Josevânia da Silva, do Departamento de Psicologia UEPB.

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após testar positivo para COVID-19, Secretário de Educação de CG diz que está bem

Menos de uma semana após testar positivo para o novo coronavírus, o secretário de Educação de Campina Grande, Rodolfo Gaudêncio, disse que já está bem e se cuidado conforme estabelece…

Sem eficácia, PB exclui cloroquina do protocolo de tratamento da covid-19

A Secretaria de Saúde da Paraíba incluiu em seu protocolo de atendimento aos pacientes acometidos de covid-19, a não recomendação do uso de hidroxicloroquina para tratamento da doença no estado.…