Por pbagora.com.br

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (25).

O país registrou 620 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 170.799 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 472. A variação foi de +29% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nas mortes por Covid.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.166.898 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 45.449 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 31.356 novos diagnósticos por dia, a maior marca desde 16 de setembro. Isso representa uma variação de +30% em relação aos casos registrados em duas semanas; também indica tendência de alta nos diagnósticos.

Doze estados apresentaram alta na média móvel de mortes: RS, SC, ES, MG, RJ, SP, GO, AC, AM, RR, CE e SE.

Desde a última quinta-feira (19), tem sido necessário relembrar o problema ocorrido no sistema nacional de registros de mortes e casos de Covid-19 do Ministério da Saúde, que teve início no dia 6 de novembro. Diversos estados relataram dificuldades de acesso ao e-SUS e divulgaram dados incompletos ou até mesmo ficaram sem atualizações diárias durante alguns dias. Foi o caso de SP, estado mais afetado pela pandemia em números absolutos, que não teve mortes registradas em 6 dos 8 dias a partir daquela data.

A ausência de atualizações e os números incompletos seguem refletindo na comparação para análise de tendência de alta, estabilidade ou queda nos óbitos por Covid, nos estados prejudicados e no Brasil. A partir de sexta-feira (27), esse impacto já não será mais tão significativo.

Também vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Tanto no Acre quanto em Roraima, por exemplo, as médias móveis mudaram de 1 para 2 em duas semanas, resultando em variação de alta de +20%. Já em Goiás, que tem a maior tendência de alta entre os estados (+154%), a média variou de 10 para 24 em duas semanas. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Paraíba – A Paraíba tem 143.615 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quarta-feira (25). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 3.268 no estado desde o início da pandemia. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença.

Consórcio de Imprensa

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nova cepa do coronavírus causa incertezas entre autoridades de saúde

Nova cepa do coronavírus causa incertezas entre autoridades de saúde e a população em geral. O Ministério da Saúde já registrou suspeita de casos da variante do vírus, no estado…

VACINA: Consórcio NE articula compra da Rússia para a PB e demais estados

O debate em torno da aquisição de vacinas contra a covid-19 estão no topo dos assuntos mais comentados em todo o Brasil. enquanto outros países já estão em fase adiantada…