Por pbagora.com.br

Nesta terça-feira (23), o Secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, revelou durate entrevista à imprensa que o alto número de internações que tem sido registrado na Paraíba ainda não é reflexo das aglomerações ocorridas no Carnaval.

De acordo com o auxiliar do governador João Azevêdo, antes mesmo do feriado grande parte da população paraibana estava relaxando nas medidas para conter a Covid-19.

Ele ainda frisou que as novas cepas que estão em circulação na Paraíba não são as principais responsáveis pelo aumento de casos.

“As novas cepas não são a única razão nem a principal. O motivo principal é o abandono das medidas de prevenção. Muitas pessoas abandonaram máscara, estão vivendo com festividades, almoços, festas. Está gerando esse problema, o número de internações cresceu de maneira explosiva”, disse.

Beltrammi ainda ressaltou que caso os paraibanos se protejam de forma efetiva e eficaz, com a higiene correta, distanciamento social e restrições de circulação, nem mesmo as variantes poderão infectá-los.

“Se você usa máscara e não se aglomera, nem a nova variante é capaz de infectar você. Os próximos 15 ou 20 dias serão muito preocupantes, ainda iremos conhecer o reflexo do carnaval”, frisou.

PB Agora

Notícias relacionadas

Saúde mental dos idosos e covid-19: psicólogo explica fatores que podem contribuir para uma piora

A situação atual provocada pela pandemia do coronavírus, é encarada por cada pessoa de uma forma diferente. Tanto a doença em si quanto o isolamento social são fatores de estresse…

Mais de 15 estados têm taxa de ocupação de UTIs para covid-19 acima de 80%

Os alertas de especialistas, desde o fim do ano passado, não impediram o Brasil de chegar a um patamar alarmante da pandemia, com diversos estados com leitos de Unidade de…