A Paraíba o tempo todo  |

Após Maria Rita e Guilherme Arantes, Zé Ramalho deixa disco de Sérgio Reis

Após Maria Rita e Guilherme Arantes, o cantor e compositor paraibano de Brejo do Cruz, Zé Ramalho anunciou no último final de semana, que não fará parte do novo álbum do cantor e ex-deputado federal Sérgio Reis. O intérprete de sucessos como “Chão de Giz” também desautorizou o uso da música “Admirável Gado Novo” pelo sertanejo em seu trabalho. De acordo com nota divulgada pelo cantor, a gravação, realizada em 2019, “perdeu o sentido” em 2021.



A decisão de Zé Ramalho aconteceu após a divulgação de um vídeo em que Sérgio convocava uma greve nacional de caminhoneiros, além de áudios pedindo pelo afastamento de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e a aprovação do voto impresso.


NOTA

Em nota de Zé Ramalho explica os motivos da desistência.

“Embora o artista Zé Ramalho tenha participado como convidado na gravação da canção “Admirável gado novo”, no disco do cantor Sérgio Reis em maio de 2019, agora em 2021 a gravação perdeu o sentido e tanto o compositor quanto sua editora não autorizarão a utilização da obra.


Solicitamos ao escritório do cantor Sérgio Reis que não utilize o fonograma de forma alguma. Pedimos ainda que se abstenha de usar por meios radiofônicos, eletrônicos ou qualquer outro, para que esta faixa não seja veiculada de forma alguma. O artista declara que é tudo que tem a dizer sobre esse assunto e não mais se pronunciará”.

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe