Por pbagora.com.br

Esperança em tempo de pandemia. Sob aplausos de médicos e enfermeiro, o pastor Moacir Gomes de Oliveira de 61 anos, deixou o Hospital Pedro I, em Campina Grande. Ele foi um dos 42 infectados com o novo coronavírus, que venceu a doença, e recebeu alta essa semana. No corredor do hospital, ainda em uma cadeira de rodas, com o rosto protegido por uma máscara, ele agradeceu a dedicação da equipe médica. E comemorou a cura da pandemia que já matou milhares de pessoas em todo o mundo.

Moacir Gomes deu entrada no último dia 24 de abril oriundo da vindo da UPA no Alto Branco. Ele foi internado na Unidade de Terapia Intensivo (UTI), da unidade hospitalar e iniciou a luta para vencer o Covid 19.
Em menos de uma semana, Moacir, que era um paciente de risco, visto que tem outros problemas de saúde, foi curado e nesta terça-feira, sua alta foi festejada pelos profissionais do Hospital Pedro I. A música cantada pela equipe médica, falava do amor de Deus, do valor que cada ser humano tem, e que somos movidos pelo amor de Deus.

Após vencer a doença, Moacir Gomes seguiu para a sua residência onde deve permanecer em “quarentena” por 15 dias, sendo monitorado por GPS pela Secretaria de Saúde. O vídeo com a equipe médica cantando e comemorando a cura do pastor, repercutiu nas redes sociais, e foi publicado em diversas contas do Instagram e Facebook.

Em entrevista ao PB Agora, a esposa do paciente, Joseane Guedes, disse que a cura de Moacir é uma prova de que a doença não é invencível. Ela disse que as pessoas precisam ter esperança de que essa pandemia irá passar, e que poderemos no futuro, após o fim da escuridão, poderemos recomeçar nossas vidas, melhores, mais humanos, amáveis e com a esperança renovada.

Ela disse que como está se recuperando, Moacir se encontra descansando em sua casa, mas futuramente pretende dá o seu testemunho de fé e esperança. Joseane também está em isolamento domiciliar e tomando todas as medidas de prevenção de contágio do vírus.

O novo coronavírus tem se espalhado rapidamente na Paraíba. Atualmente 25 pessoas estão internadas no Pedro I, contaminados com o vírus ou sob suspeitas de terem contraído o Covid-19.

O Estado está no pico do coronavírus e tem 50% dos leitos de UTI ocupados. Diante do crescimento dos números, o Secretário de Saúde, o médico Geraldo Medeiros voltou a recomendar o isolamento domiciliar como medida para evitar ainda mais a propagação do vírus.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Brasil tem mais de 135 mil mortes por Covid-19

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta…

Agências do INSS da Paraíba são reabertas, mas não há previsão de retorno das perícias

As agências do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) voltaram a atender presencialmente na Paraíba, mas sem a realização de perícia médica. As agências que foram abertas estão sendo vistoriadas…