A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu temporariamente a venda de 14 planos de saúde de cinco operadoras, em todo o país, devido a reclamações feitas pelos usuários no quarto trimestre de 2019. Esses planos atendem a 62.704 beneficiários que não serão afetados.

A proibição da venda começa a valer no próximo dia 13. Esses planos só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes se as operadoras apresentarem melhora durante o período de monitoramento realizado pela ANS.

A medida, divulgada hoje (9), faz parte do Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência, que acompanha o desempenho do setor.

Além das suspensões, a ANS também divulgou hoje a lista de planos que poderão voltar a ser comercializados. Nesse ciclo, 28 planos de 11 operadoras tiveram a venda liberada por meio do monitoramento.

Agência Brasil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero confirma mais um caso de coronavírus em CG; mas diz não se tratar do Covid-19

Pouco tempo após confirmar o primeiro caso de covid-19 em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues confirmou mais um caso de infecção por um tipo de coronavírus, mas desta vez,…

Prefeito admite erro em campanha ‘Milão não para’ imitada no Brasil

O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, disse que pode ter errado ao apoiar a campanha “Milão na para”, há um mês, incentivando os habitantes da cidade a manterem atividades normais apesar…