A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou nesta sexta-feira (7) a suspensão da venda de 51 planos de saúde de 11 operadoras, a partir do dia 14 deste mês, em função de reclamações recebidas de consumidores.

Os planos atingidos pela suspensão atendem atualmente cerca de 600 mil beneficiários, que continuarão a ter assistência regular garantida, segundo a agência.

A medida é temporária e um resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, realizado a cada três meses pela ANS. Os planos suspensos só poderão voltar a ser comercializados quando forem comprovadas melhorias.

As principais reclamações no 1º trimestre envolvem cobertura assistencial e autorizações, reembolso, prazo máximo de atendimento e rede de atendimento.

Entre 1º de janeiro e 31 de março do ano passado, foram registradas 19.411 reclamações nos canais de atendimento da ANS. Dessas, 18.789 foram consideradas para análise pelo Programa de Monitoramento. Segundo a agência, 93,56% das queixas foram resolvidas pela mediação feita pela ANS.

Paralelamente à suspensão anunciada nesta sexta, a agência liberou a comercialização de 27 planos de saúde de 10 operadoras que haviam sido suspensos em ciclos anteriores.

No site da ANS é possível conferir a lista de planos suspensos, reativados e a classificação de todas as operadoras. As informações são do G1.

Veja abaixo a lista de planos com comercialização suspensa:

SALUTAR SAÚDE SEGURADORA S/A

Especial Top Adesão sem Coparticipação sem Franquia

Especial Adesão sem Coparticipação sem Franquia

Salutar Clássico Empresarial Enf Sem Co-Part ou Franquia

Salutar Clássico Adesão Enfermaria Sem Co-Part ou Franquia

Salutar 600

Clássico – Emp Estadual QC Sem FM

Salutar Smart

Clássico – Adesão Estadual QC Sem FM

Executivo Adesão sem Coparticipação sem Franquia

UNIMED DE MANAUS COOP. DO TRABALHO MÉDICO LTDA

Ambul+Hospit sem Obstet Enfermaria sem Franquia Sem Co-parti

Ambul+Hospit sem Obstet Apartament sem Franquia Sem Co-parti

Ambul+Hospit sem Obstet Enfermaria sem Franquia Sem Co-parti

UNIMED NORTE/NORDESTE-FEDERAÇÃO INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO

Coletivo por adesão básico – UNNE

Coletivo por adesão plus – UNNE

Coletivo por adesão apartamento

Coletivo por adesão enfermaria

AMI – ASSISTÊNCIA MÉDICA INFANTIL LTDA

Golden I (enfermaria)

Ouro I – Enfermaria

Golden II (apartamento)

Diamante I – Enfermaria

Master I – Enfermaria

Flex I – Enfermaria

AGEMED SAÚDE S.A.

Premium SC sul participativo standard

Premium SC sul participativo standard (C.A)

Premium SC Sul 0% standard

Premium SC sul 0% standard (C.A)

Free SC online participativo standard

Free SC online 0% standard

Free padrão standard (C.A)

Free 600 completo standard

Free padrão standard

Free padrão executivo

Premium SC norte 0% standard

Premium MTC total exec (C.A)

ALVORECER – ASSOCIAÇÃO DE SOCORROS MÚTUOS

Premium plus standard

Sênior blue standard

Blue med Santos standard

PROMED ASSISTENCIA MEDICA LTDA

Promed select UP adesão enfermaria

Promed comfort enfermaria

UNIMED VALE DO AÇO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO

Unimed Nacional Apartamento

Unimed Nacional Enfermaria

AMEPLAN ASSISTÊNCIA MÉDICA PLANEJADA LTDA

Plano executivo – CA

Pleno CPA

Master ADER

Pleno PJE

Plano Especial

Plano Executivo

Plano Personal

POSTAL SAÚDE CAIXA DE ASSISTÊNCIA E SAÚDE DOS EMPREGADOS DOS CORREIOS

Correios Saúde II

COOPUS PLANOS DE SAÚDE LTDA

134.1.3 IF

Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)

Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)

Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sarampo: SES orienta vacinar crianças de 6 a 11 meses com dose “zero”

Começa, nesta sexta-feira (23), a vacinação contra o Sarampo para crianças de 6 a 11 meses em toda a Paraíba. A Tríplice Viral faz parte do calendário permanente de vacinação,…

OPINIÃO: O Hospital Napoleão Laureano precisa é da ajuda de todos, privados e públicos. O resto é mimimi!

Procurar culpados, ou simplesmente tentar fazer da instituição um cavalo de batalha para defender interesses que só interessam a alguns, nada disso vai resolver grave crise que por ora enfrenta…