A Paraíba o tempo todo  |

ALERTA: Paraíba entra na faixa vermelha por alta de 19% em mortes por Covid-19

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O alerta infectologistas e das autoridades autoridades sanitárias e epidemiológica se cumpriu. Após passar duas semanas na faixa azul, e voltar para a zona de instabilidade, a Paraíba entrou na “temida” faixa vermelha de mortes causadas pela Covid-19 no Brasil, segundo dados do Consórcio de Imprensa divulgado nacionalmente.

Esta é a primeira vez que a Paraíba entra na faixa vermelha de mortes pela Covid, desde que o Consórcio de Imprensa começou a divulgar os números da pandemia a partir de dados coletados junto as secretarias dos Estados. Apenas dois estados brasileiros estão com alta de morte causadas pela Covid: Paraíba e Piauí. A Paraíba apresenta uma alta de 19%, o que deixa as autoridades ainda mais preocupadas.

Esse crescimento já havia sido previsto por alguns especialistas, devido o afrouxamento das medidas de segurança e os aglomerados de pessoas em shoppings e nas praias.

Na dinâmica dos números da Covid, a Paraíba já entrou três vezes na zona de instabilidade e depois migrou para a faixa azul, que dá um “alívio” nos casos de morte causadas pela doença. Agora entrou na faixa vermelha.

O secretário de Saúde Geraldo Medeiros, que é contra o retorno das aulas nesse momento, continua defendido insistentemente, o distanciamento social e o uso de máscara e álcool em gel como medidas eficazes para evitar a contaminação do vírus.
Desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS), decretou o novo coronavírus como pandemia, mais de 2.900 vidas foram perdidas na Paraíba.

A Paraíba tem 127.456 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quinta-feira (15). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 2.970 no estado desde o início da pandemia. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença.

Severino Lopes
PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      130
      Compartilhe