Por pbagora.com.br

Com o avanço do coronavírus no Brasil, é fundamental reforçar um hábito básico de higiene: lavar frequentemente as mãos com água e sabão. Mas quando não for possível, o álcool gel é, sim, um produto que substituir essa higienização. Mas sendo um produto adequado para esses cuidados, é preciso usar da forma correta. Isso é o que nos explica a médica pneumologista da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), Patrícia Canto Ribeiro.

“Só substitui água e sabão quando as mãos estão visivelmente limpas. Quando estiverem sujas, ou você viu que estão mais escuras, sujou ou pegou algo que realmente sujou a mão, nesse caso o álcool em gel não substitui a água e sabão. Você tem que ter cuidado, ao comprar o álcool em gel, com a questão da validade, com a forma como você vai guardar. Não deixe seu álcool em gel exposto a luz solar ou destampado, pois isso pode ter alterações na composição do álcool. Para fazer efeito, vocês tem que utilizar nas mãos e fazer os mesmo movimentos que você faz para lavar as mãos com água e sabão”.

Segundo o Ministério da Saúde, a transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de toque do aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro e objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador, entre outros. Por isso, não abra mão da distância mínima de 2 metros entre você e as outras pessoas nos estabelecimentos comerciais, além do uso de máscara. Lave bem as mãos e faça uso do álcool em gel depois de manusear objetos e equipamentos.

A melhor forma de evitar o coronavírus é se protegendo. Se você tem dúvida se está com coronavírus, basta ligar para 136 ou acessar no chat pelo site saude.gov.br/coronavírus.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aumento de casos de covid-19 são reflexos do 7 de setembro, reforça João

O governador João Azevêdo (Cidadania) declarou na tarde desta segunda-feira 928) durante o Programa Fala Governador, que apesar de estarem havendo aberturas de equipamentos públicos, a exemplo do restaurante popular…

Acidentes de moto voltam a liderar entradas no Trauma de CG

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 425 pacientes durante o fim de semana (26 e 27). O balanço tem como base…