Após relatório do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), revelar o índice de mortalidade entre os pacientes com covid-19 nos hospitais geridos pela Prefeitura de João Pessoa, o deputado estadual, Eduardo Carneiro (PRTB), cobrou providências e tachou os dados de alarmantes.

O parlamentar revelou que 2 em cada 3 pessoas morrem após dar entrada nas UTIs dos hospitais da rede municipal de saúde.

Eduardo ainda criticou o que apontou como descaso com vidas humanas mesmo com todos os milhões em recursos e equipamentos médicos repassados pelo Governo Federal.

“A prefeitura não vem dando a devida resposta para salvar vidas. São dados extremamente preocupantes, pois como pode ser aceitável uma realidade que em cada 3 pessoas que dão entrada na UTI 2 virem a óbito?”, questionou.

Ele também enviou ofício ao Ministério da Saúde e aos órgãos de controle, a exemplo do Ministério Público Federal (MPF) com o relatório completo do CRM sobre a realidade da saúde de João Pessoa no combate ao coronavírus .

“Vamos ingressar com ação civil pública contra a Prefeitura de João Pessoa e aguardamos a responsabilização por tantos mau feitos da gestão Cartaxo”, concluiu.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB volta a ficar entre Estados que estacionaram mortes por Covid-19

Na dinâmica dos números divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa e que mudam a cada dia, a Paraíba voltou a ficar entre Estados que estacionaram mortes por Covid-19 no…

ANS decide se teste para covid-19 é procedimento obrigatório de planos

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decide na próxima reunião de diretoria, marcada para amanhã (16), se o teste para detecção de covid-19 continua no rol de procedimentos obrigatórios…