Em levantamento realizado pelo site Via Carreira foi possível apontar as 20 profissões mais estressantes e que mais danos psicológicos causam ao trabalhador. De acordo com a pesquisa, o operador de telemarketing é o profissional mais estressado.

Em segundo lugar, aparecem os profissionais do Corpo de Bombeiros, seguidos por médicos cirurgiões.

Acompanhe a lista:

1 – Operador de Telemarketing
Em uma das categorias com maior rotatividade do mercado, o operador de telemarketing é um profissional que costuma sofrer bastante durante a jornada de trabalho.

2 – Bombeiros
Correndo perigo diariamente, a profissão de bombeiro é outra que demanda muitos cuidados psicológicos da parte do profissional.

3 – Cirurgião
Segundo o que apontam alguns estudos, esta é uma das profissões mais estressantes para se atuar.

4 – Professor
Não é nada fácil ser professor no Brasil. Além da baixa remuneração e falta de reconhecimento, este profissional também costuma estressar-se bastante com sua rotina e alguns alunos que nem sempre colaboram em sala de aula.

5 – Jornalista
Por incrível que pareça, a figura do jornalista também é citada frequentemente em ranking de profissões mais estressantes para 2019. Por conta das longas jornadas e horários desregulados, o jornalista sofre bastante com o stress proveniente de sua vida profissional.

6 – Piloto do Avião
Os pilotos de aviões comerciais estão, muitas vezes, por um fio. Longas jornadas e grandes responsabilidades são os principais fatores que tornam esta uma das profissões mais estressantes do mundo.

7 – Atendente telefônico para emergências
Responsável por atender e tranquilizar pessoas por telefone diariamente, envolvidas em situações como sequestros, roubos, assassinatos, convulsões… É com isso que um atendente telefônico de emergências lida todos os dias.

8 – Policial Militar
Convive diariamente com o perigo. O policial militar arrisca sua vida durante a jornada profissional. Ser PM é se enquadrar em uma das profissões mais estressantes do país.

9 – Coordenador de Eventos
Cada vez mais comum no mercado, o coordenador de eventos já começa a ser visto como parte de uma das categorias que mais estressam seus profissionais.

10 – Bancário
Apesar de garantir salário alto e plano de carreira, o bancário sofre muita pressão e cobrança por resultados no dia-a-dia de trabalho.

11 – Gerente de Operações
Para não ser demitido, ele precisa dar conta de prazos apertados e também se comprometer com decisões importantes dentro da empresa.

12 – Profissionais de TI
Salários acima da média, alta empregabilidade e planos de cargos – esses são alguns atrativos da carreira de TI. No entanto, os profissionais da área de Tecnologia da Informação sofrem com uma rotina estressante, que envolve longas jornadas de trabalho e falta de tempo para a família.

13 – Anestesista
Uma das profissões que mais dão dinheiro no Brasil, a carreira de médico anestesista envolve riscos e inúmeras responsabilidades.

14 – Engenheiro Civil
Esse profissional, além de se esbarrar com dificuldades para encontrar emprego, também precisa lidar com a tensão na rotina de trabalho. Imprevistos em obras, desgaste mental e alto nível de exigência estão entre os principais motivos de estresse.

15 – Coordenador de RH
Ser responsável pela contratação e demissão de profissionais dentro de uma empresa. Esta é a missão do coordenador de RH e essa atividade pode deixá-lo bem estressado.

16 – Gerente Financeiro
Atua na administração de fluxo de caixa de uma empresa, controlando não só as contas a pagar, mas também as aplicações financeiras. O profissional convive, diariamente, com pressão para entregar resultados, além do que lida com dinheiro, por isso carrega uma grande responsabilidade nas suas costas.

17 – Operário
O operário trabalha horas e horas numa fábrica, muitas vezes executando tarefas repetitivas e desgastantes. Com o passar do tempo, ele sofre com desgaste físico e pouco tempo para descanso. A situação piora quando a empresa não oferece boas condições para o trabalho.

18 – Taxista
Taxista aparece entre as profissões mais estressantes e o motivo é simples: ele precisa lidar com o trânsito diariamente e também com o mau humor dos passageiros. O aumento no número de motoristas de aplicativo gerou ainda mais tensão e nervosismo na vida dessa categoria.

19 – Técnico em enfermagem
O técnico em enfermagem trabalha exaustivamente, muitas vezes trocando o dia pela noite para fazer plantões em hospitais. A atividade traz desgaste físico e mental.

20 – Relações Públicas
O RP é responsável por representar uma empresa e zelar pela imagem da marca. Portanto, ele precisa lidar com reclamações de clientes toda hora e isso torna a rotina de trabalho desgastante.

 

PB Agora


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Funcionando sem médicos, postos de saúde são interditados pelo CRM em JP

O Conselho Regional de Medicina (CRM-PB interditou eticamente dois postos de saúde do Bairro das Indústrias, em João Pessoa. A fiscalização foi realizada nesta quinta-feira (22) e, de acordo com…