A Paraíba o tempo todo  |

Zenóbio Toscano cobra que PF apure fraude da assinatura

Zenóbio Toscano cobra que fraude da assinatura de Maranhão no projeto da PEC 300 seja apurada pela PF e MP e coloca em jogo sua própria reputação

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da Paraíba, Zenóbio Toscano (PSDB), afirmou que não restam dúvidas que há fraude nas assinaturas do Governador presentes no projeto que trata da PEC 300 no Estado. Ciente da gravidade de suas acusações, o deputado colocou sua reputação em jogo como "preço" de sua crença.

“Vou levar o assunto à frente sem medo. Se for constatado que não houve fraude, que duvido, quem vai ficar desmoralizado sou eu”, declarou.

Segundo o parlamentar, ao ter acesso ao documento, percebeu que se tratava de um foto cópia da original. Já cismado com a forma que chegou a ele, passou a constatar que era flagrante a fraude nas assinaturas.

Devolvido o projeto à Mesa Diretora com tal acusação, Zenóbio cobra que o caso seja apurado com profundidade pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, assim como manda a Constituição Federal. Já antecipando a ação investigativa, o deputado pediu que as folhas assinadas fossem encaminhadas para exame grafotécnico.

“Em mais de 10 anos de legislativo nunca tinha visto um projeto chegar à Assembleia com assinaturas falsificadas”, disparou.

O tucano explica que percebeu a fraude ao ver que em parte do projeto constava a assinatura do governador, mas em outras apenas a rubrica.

O projeto que beneficiará os polícias militares e bombeiros está sendo o foco dos debates políticos das últimas semanas. Projeto de campanha do candidato a reeleição José Maranhão, a ideia dita “de última hora” está sendo criticada pelo adversário Ricardo Coutinho (PSB) por ferir, segundo ele, a Lei de Responsabilidade Fiscal. O socialista explica que não há oposição de sua parte ao projeto, mas à forma e o momento em que está sendo trazida à tona.

 

Luis Alberto Guedes / Henrique Lima

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe