De olho na Câmara: após renunciar disputa pelo Senado, Maranhão tenta atrair apoios se posicionando como ‘puxador’ de votos na disputa de 2014

O ex-governador José Maranhão disse hoje que sua candidatura poderá atrair legendas e votos para o PMDB, uma vez, disse ele, já que o Partido é o maior da Paraíba. Ele respondeu às acusações de Ricardo Barbosa sobre as contas do Governo estadual e os investimentos. Para Maranhão, a contabilidade pública é conhecida de todos. “Eles diziam que minha administração tinha deixado o Estado quebrado e o balanço divulgado revelou que estava mentindo em suas afirmações”, desabafou.

Indagado sobre parcerias, alianças e a possibilidade de Cássio Cunha Lima ser candidato no próximo ano, Maranhão afirmou que se o Senador fosse concorrer já estaria em “plena campanha”. Maranhão não comentou sobre os boatos envolvendo o nome de seu sobrinho Benjamim Maranhão e disse que os desentendimentos de seu partido com outras legendas são do interesse do Palácio da Redenção e, certamente, quem alimenta isso age em nome do Palácio.

Sobre o novo avião do Governo, José Maranhão ficou surpreso com o gosto do governador Ricardo Coutinho por aeronaves e ironizou dizendo que ele já poderia ser comandante da Aeronáutica Brasileira, pois está formando a ‘Esquadrilha Girassol’. O ex-governador finalizou questionando a falta de investimentos em educação, hospitais e segurança.

 

 

Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputados resistem à recriação do Ministério da Cultura para atender atriz da Globo

A possibilidade de recriação do Ministério da Cultura, que está sendo estudada pelo Palácio do Planalto como uma forma de atrair a atriz Regina Duarte para o primeiro escalão do…

Veneziano defende concurso público para a previdência

Ao analisar a recente decisão do presidente Jair Bolsonaro de contratar militares da reserva para tentar diminuir o ‘apagão’ nos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil,…