Por pbagora.com.br

O governo do Estado está investindo fortemente no setor da segurança pública, encontrado completamente desestruturado, para combater a violência. Foi o que afirmou o governador José Maranhão (PMDB), candidato à reeleição pela Coligação Paraíba Unida, durante entrevista ao JPB 2ª Edição, exibido pelas TVs Cabo Branco e Paraíba, nesta segunda-feira (16.08). Ele lamentou o fato de seu antecessor não ter feito investimentos necessários no setor. “Tivemos que desativar viaturas compradas há 8, 10 anos”, disse.

Desde que assumiu o governo, Maranhão informou que já foram investidos mais de R$ 30 milhões no reaparelhamento da área de segurança pública e outros R$ 48 milhões deverão ser injetados no setor. “Estamos aparelhando a polícia para que ela possa trabalhar com mais eficiência e ofereça à população da Paraíba a segurança que todos têm direito”, ressaltou Maranhão.

Ao ser perguntado se seria a favor de uma obrigatoriedade do gasto mínimo com segurança, a exemplo do que já ocorre nas áreas de Saúde (12% da receita corrente líquida) e Educação (25% da receita), o governador Maranhão se mostrou favorável à ideia. “Evitaria o descaso de governos que não tem sensibilidade para este problema, como ocorreu no governo anterior”. Maranhão lembrou que o governo vem cumprindo com essa obrigatoriedade no que se refere aos gastos com saúde e educação.

Sobre propostas para a descentralização da economia do Estado, José Maranhão afirmou que o governo já tem um plano de desenvolvimento com ações de interiorização muito fortes. Ele citou a agroindústria, através dos investimentos na agricultura irrigada, e a industrialização como dois dos vetores para o desenvolvimento do interior da Paraíba. “Os programas de incentivo à indústria precisam ser direcionados as cidades do interior”, defendeu o peemedebista.

Depois de tirar a Paraíba da estagnação, o governador José Maranhão afirmou que continuará a intensificar os investimentos em infra-estrutura como forma de levar o desenvolvimento a todas as regiões da Paraíba. “É preciso estimular os arranjos econômicos locais”, afirmou Maranhão. O governador foi recebido na sede da TV Cabo Branco, em João Pessoa, pelo diretor-presidente da Rede Paraíba de Comunicação, empresário Eduardo Carlos.

 

Redação com assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

AL discute investimentos da LOA 2021 na Saúde durante Audiência Pública

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) voltou a debater, nesta quinta-feira (3), a Proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano de 2021 em Audiência Pública temática sobre a…

João evita antecipar debate sobre 2022: “Foco é na gestão e no combate à Covid”

Em entrevista concedida nesta quinta-feira, o governador da Paraíba João Azevêdo evitou projetar ações políticas para 2022, quando haverá as próximas eleições, incluindo para o Govenro do Estado. Para João,…