Por pbagora.com.br

 A apresentadora Xuxa Meneghel participou nesta quarta-feira (21) da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados que discutiu projeto que proíbe pais e responsáveis legais por crianças e adolescentes de baterem nos menores, a chamada Lei da Palmada.

Desde que a proposta começou a tramitar no Congresso Nacional, Xuxa, conhecida como a "rainha dos baixinhos", se tornou uma das principais defensoras da matéria. A sessão desta quarta da CCJ começou por volta das 10h15 e se estendeu por cerca de três horas com a discussão do texto.

Contrários ao projeto, integrantes da bancada evangélica fecharam um acordo para adiar mais uma vez a análise do texto. Um nova reunião foi agendada para as 18h desta quarta para tratar sobre o tema.

A Lei da Palmada prevê que os pais que agredirem fisicamente os filhos devem ser encaminhados a cursos de orientação e a tratamento psicológico ou psiquiátrico, além de receberem advertência. A matéria não especifica que tipo de advertência pode ser aplicada aos responsáveis. As crianças e os adolescentes agredidos, segundo a proposta, passam a ser encaminhados para atendimento especializado.

O texto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente para incluir trecho que estabelece que os menores de 18 anos têm o direito de serem "educados e cuidados sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante" como formas de correção ou disciplina.

G1

Notícias relacionadas

Secretário de Educação da PB descarta entrar na disputa eletiva de 2022

Se convidado para disputar um cargo eletivo nas eleições de 2022 na Paraíba, o secretário de Educação da Paraíba, Cláudio Furtado, responderá com um não. O auxiliar da gestão estadual…

Ao PB Agora, Ludgério fala sobre pós covid e faz desabafo: “Estou renascendo”

Ter se curado da Covid-19 não significou o fim da luta contra a doença para o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD). Ele foi diagnosticado com o vírus no começo de…