A Paraíba o tempo todo  |

x.x.x.x

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Uma reportagem de página inteira do jornal Correio da Paraíba, em sua edição desta quinta-feira (3), motivou a procuradora Mônica Figueiredo a exigir da Procuradoria Geral do Estado a instauração de um processo administrativo para apurar informações da matéria que ela considera “leviana, caluniosa e improcedente” envolvendo seu nome.

Segundo a reportagem produzida pelo Correio da Paraíba, Mônica Figueiredo, ex-procuradora-geral adjunta do Estado, teria favorecido, em tempo recorde, o processo de pagamento de recursos, na ordem de R$ 3,9 milhões, para a aquisição do terreno onde foi construída o Terminal Rodoviário da Capital, no Bairro do Varadouro.

Assumindo sua surpresa e estupefação pela interpretação dada na matéria, Mônica Figueiredo deixa claro que todo o processo administrativo de desapropriação do terreno tramitou no âmbito do Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER), tendo sido sua participação no caso apenas o cumprimento de uma mera formalidade de responder a um ofício.

Mônica Figueiredo explica que as informações em caráter de denúncia do jornal não se coadunam com a realidade dos fatos, pois foram explorados fora do contexto processual. Ela explica, por exemplo, não ter havido qualquer caráter “recorde” na tramitação que envolveu seu trabalho, já que o ofício nº. 326-08-DS oriundo do diretor superintende do DER, encaminhando o Processo Administrativo 1640/08, aportou na Procuradoria-Geral do Estado ainda em 14 de agosto de 2008. Sua resposta ao documento só ocorreu em 26 de novembro do mesmo ano

A procuradora informa ainda que, em nenhum momento, validou documentação ou valorou provas, uma vez que o DER possui sua própria Procuradoria Jurídica para emissão de parecer jurídico circunstanciado, não sendo da competência da Procuradoria-Geral do Estado tais procedimentos.

Por fim, a Procuradora informou que estará tomando as medidas judiciais contra esta infame acusação.

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe