Por pbagora.com.br

Wellington diz que PR só fica no grupo se houver pesquisa para vaga ao Senado

O deputado federal Wellington Roberto, presidente do diretório estadual do PR, ratificou na tarde desta sexta-feira (25), enquanto aguardou desfecho da reunião do PSDB, que não ficará na base do ex-governador Cássio Cunha Lima se o grupo não fizer avaliação externa para saber quais os nomes deve indicar e apoiar para governador do Estado, vice-governador e para a segunda vaga de Senador.

“Já disse que não vamos aceitar imposição. Temos estrutura e se ela for ignorada sairemos do projeto imediatamente”, declarou Wellington Roberto, que sinaliza disposição de disputar uma das duas vagas para o Senado Federal em 2010.

Ele disse que entrou em contato com o senador Cícero Lucena, presidente do PSDB paraibano, e alegou que sairia junto com o tucano em caso de imposições de candidatura.

O parlamentar admitiu compor chapa com Cícero Lucena ou aliança com governador Maranhão.
 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

“Terá candidato”, diz Galdino garantindo que João irá se pronunciar sobre eleição presidencial

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino, afirmou, neste final de semana, que o governador João Azevêdo (Cidadania) não deve ficar em cima do muro,…

Preocupação de Veneziano Vital com Licenciamento Ambiental repercute nacionalmente

Poucas horas depois de aprovado na Câmara dos Deputados o texto base do Projeto de Lei nº 3.729, de 2004, que dispõe sobre o Licenciamento Ambiental, o Vice-Presidente do Senado…