A medida anunciada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), que vem de encontro ao decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que amplia o porte de armas para várias categorias, entre eles parlamentares, volta a ser contestada pelo deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas).

 

Segundo o regimento da Casa “excetuando aos membros da segurança, é proibido a qualquer pessoa, bem como aos Deputados, o porte de arma de qualquer espécie nos edifícios da Assembleia e suas áreas adjacentes, constituindo infração disciplinar, além de contravenção, o desrespeito a esta proibição”. Ainda de acordo comas as regras é incumbido ao Corregedor, ou Corregedor substituto, supervisionar a proibição do porte de arma, com poderes para mandar revistar e desarmar.

 

Galdino anunciou  ontem (14), que será instalado um detector de metais para controlar a entrada do público pela porta principal da Casa, além da proibição dos parlamentares estarem armados dentro do plenário da Casa.

 

Obre esse regimento o deputado Wallber Virgolino (Patriota) disse que vai respeitar a decisão de não se usar armas somente no plenário. Em outras áreas da Casa, disse que vai usar. “Eu tinha uma atividade de risco antes de virar deputado. Eu sou delegado licenciado e enfrentei facções criminosas nacionais. Eu tenho que andar armado”, explicou.

 

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Recado: João avisa que não vai colaborar com projeto pessoal de ninguém

O imbróglio envolvendo o PSB na Paraíba continua rendendo troca de alfinetadas públicas entre o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e o governador João Azevêdo (PSB). Dessa vez João avisou que…

Hervázio Bezerra sinaliza que pode deixar PSB se João Azevêdo sair da sigla

O Partido Socialista Brasileiro deverá perder três nomes de peso devido a disputa interna pelo comando do partido, e que colocaram o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo…