A Paraíba o tempo todo  |

Vitória de RC impulsiona planos do PSB para campanha nacional de 2014

DEU NO ESTADÃO: vitória de Ricardo Coutinho na Paraíba pode motivar PSB a lançar cadidatura à Presidência em 2014; Piauí e Amapá reforçam planos

 

A vitória do ex-prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB) e de mais outros dois socialistas que disputam o Governo no 2º turno podem credenciar o PSB Nacional a garantir a cadeira da Presidência da República em 2014. Em materia veiculada no Estado de São Paulo, nesta segunda-feira (18), o portal mostra a ascendente força do partido nos últimos anos, citando o Governo Ricardo Coutinho como um dos protagonistas do processo.

Confira a matéria na íntegra:

PSB ganha força e sonha em disputar Planalto em 2014
 

Enquanto PT e PSDB polarizam desde 1994 a disputa pelo controle da Presidência da República, outra força política vai construindo discretamente um projeto de poder que ampliou tremendamente sua capilaridade nesta eleição, o PSB. Com três governadores eleitos no primeiro turno e com a possibilidade real de ganhar em mais três Estados no segundo, o PSB sonha com um crescimento capaz de lhe dar fôlego para tentar subir a rampa do Palácio do Planalto em 2014 como protagonista.

Na prática, as urnas premiaram uma intrincada costura de alianças regionais montadas pelo comando do PSB, presidido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Se tudo der certo no segundo turno, o partido poderá garantir o comando ou a participação direta na administração de nada menos do que 18 Estados a partir do próximo ano. Dando tudo errado, essa participação continua expressiva, com 11 governos.

No primeiro turno, o PSB já elegeu governador em três Estados. Ganhou em Pernambuco com o próprio Campos, reeleito com a maior votação proporcional entre os governadores. Reelegeu Cid Gomes no Ceará e ainda ganhou no Espírito Santo com o senador Renato Casagrande.

No segundo turno, o PSB tem chances reais de vencer em mais três. Está na disputa no Piauí, com o atual governador Wilson Martins e pode emplacar Ricardo Coutinho no governo da Paraíba. De quebra, disputa também o segundo turno no Amapá com Camilo Capiberibe.

Além desses seis Estados, o PSB participou de alianças vitoriosas em mais oito no primeiro turno, além de concorrer como parceiro em outras quatro disputas do segundo turno.

Esse plano de expansão do PSB já obteve outras posições estratégicas. Na eleição para o Senado, o partido reelegeu Antônio Carlos Valadares em Sergipe e ganhou no Distrito Federal, com Rodrigo Rollemberg, e na Bahia, com Lídice da Matta. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

 

Márcia Dias e Luís Alberto Guedes com Estadão

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe