Presidente da Comissão de Constituição Justiça e Cidadania (CCJ) e apontado por parlamentares como possível sucessor do ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra (PSB), o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) afirmou que em nenhum momento sentiu "ansiedade" para assumir a pasta.

Em entrevista ao G1 e a Folha Vital do Rêgo revelou nesta terça (2) que se sente "melhor" na condição de parlamentar.
"Não tenho nenhuma ansiedade com relação a isso. Participei muito pouco da discussão a esse respeito", disse o senador. "Estou muito bem como senador. Conduzo uma comissão para a qual o partido me designou. É um assunto que é da exclusiva decisão da presidenta", declarou Vital.

Vital disse ter recebido "com agrado" a notícia de que seu nome foi lembrado pelos colegas de partido para chefiar o ministério. E considerou a lembrança como um prêmio pelo trabalho que ele vem desenvolvendo no Senado. "Eu recebi como prêmio do trabalho que faço como senador e que fiz como deputado, uma manifestação muito bonita dos meus pares. Mas parou aí. O PMDB é quem vai conduzir essa realidade. Eu me sinto, inclusive, muito melhor nessa condição que desenvolvo, de senador", afirmou.

O nome do senador Vital foi lembrado devido a sua atuação no Senado nos primeiro dois anos e meio de mandato. Nesse período, o senador já ocupou mais de 30 comissões, e assumiu a relatoria de importantes projetos como o que estabeleceu um novo regime de partilha dos recursos oriundos da extração do pré-sal.

Corregedor do Senado, vice-líder do governo na Casa, e presidente da CCJ, Vital também se destacou por sua atuação na poderosa Comissão Mista do Orçamento (CMO). Atualmente preside duas importantes comissões: a Comissão que está acompanhado o andamento das obras do Rio São Francisco, e a comissão que busca formas de captar recursos para a Saúde do Brasileiro.

Entre as suas relatorias, destaque para o Plano Nacional de Educação que ora tramita no Senado, e a Lei Geral da Copa. Ele também foi relator da Sub Comissão Temporária da Aviação Civil que diagnosticou os principais problemas aéreos e apontou soluções.

O presidente do PMDB, Valdir Raupp (PMDB-RO), negou que tenha havido conversas do governo com o partido sobre o tema e que exista convite formal da Presidência da República para que integrante da sigla passe a ocupar a pasta.
"O Vital é um nome muito bom. Quando surgiram comentários na Câmara e no Senado, dissemos que ninguém tem nada contra. Mas não houve indicação nem convite", declarou Raupp.

O ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra entregou o cargo na última testa terça-feira, após decisão da executiva do PSB do último dia 18 de devolver os postos no governo federal ocupados por integrantes da sigla. Segundo o Blog do Camarotti, Dilma planeja nomear um novo titular para a pasta somente na reforma ministerial, prevista para dezembro ou janeiro, quando fará uma ampla troca nas cadeiras da Esplanada e liberar ministros para campanhas eleitorais.

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tributos: Aguinaldo defende retorno em serviços na cobrança dos impostos

Relator da Reforma Tributária na Câmara dos Deputados, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP/PB) participou, nesta terça-feira (20) de uma Audiência Pública na Comissão Especial para discutir a PEC 45/2019,…

”Pensão a ex-governador está perto do fim”, comemora Ruy Carneiro

O deputado federal paraibano Ruy Carneiro comemora a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da proposta de fim da pensão para ex-governadores. O relatório foi apreciado no final…