Presidente da Comissão de Constituição Justiça e Cidadania (CCJ) e apontado por parlamentares como possível sucessor do ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra (PSB), o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) afirmou que em nenhum momento sentiu "ansiedade" para assumir a pasta.

Em entrevista ao G1 e a Folha Vital do Rêgo revelou nesta terça (2) que se sente "melhor" na condição de parlamentar.
"Não tenho nenhuma ansiedade com relação a isso. Participei muito pouco da discussão a esse respeito", disse o senador. "Estou muito bem como senador. Conduzo uma comissão para a qual o partido me designou. É um assunto que é da exclusiva decisão da presidenta", declarou Vital.

Vital disse ter recebido "com agrado" a notícia de que seu nome foi lembrado pelos colegas de partido para chefiar o ministério. E considerou a lembrança como um prêmio pelo trabalho que ele vem desenvolvendo no Senado. "Eu recebi como prêmio do trabalho que faço como senador e que fiz como deputado, uma manifestação muito bonita dos meus pares. Mas parou aí. O PMDB é quem vai conduzir essa realidade. Eu me sinto, inclusive, muito melhor nessa condição que desenvolvo, de senador", afirmou.

O nome do senador Vital foi lembrado devido a sua atuação no Senado nos primeiro dois anos e meio de mandato. Nesse período, o senador já ocupou mais de 30 comissões, e assumiu a relatoria de importantes projetos como o que estabeleceu um novo regime de partilha dos recursos oriundos da extração do pré-sal.

Corregedor do Senado, vice-líder do governo na Casa, e presidente da CCJ, Vital também se destacou por sua atuação na poderosa Comissão Mista do Orçamento (CMO). Atualmente preside duas importantes comissões: a Comissão que está acompanhado o andamento das obras do Rio São Francisco, e a comissão que busca formas de captar recursos para a Saúde do Brasileiro.

Entre as suas relatorias, destaque para o Plano Nacional de Educação que ora tramita no Senado, e a Lei Geral da Copa. Ele também foi relator da Sub Comissão Temporária da Aviação Civil que diagnosticou os principais problemas aéreos e apontou soluções.

O presidente do PMDB, Valdir Raupp (PMDB-RO), negou que tenha havido conversas do governo com o partido sobre o tema e que exista convite formal da Presidência da República para que integrante da sigla passe a ocupar a pasta.
"O Vital é um nome muito bom. Quando surgiram comentários na Câmara e no Senado, dissemos que ninguém tem nada contra. Mas não houve indicação nem convite", declarou Raupp.

O ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra entregou o cargo na última testa terça-feira, após decisão da executiva do PSB do último dia 18 de devolver os postos no governo federal ocupados por integrantes da sigla. Segundo o Blog do Camarotti, Dilma planeja nomear um novo titular para a pasta somente na reforma ministerial, prevista para dezembro ou janeiro, quando fará uma ampla troca nas cadeiras da Esplanada e liberar ministros para campanhas eleitorais.

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Tudo vai depender da situação de cada município”, diz Wilson sobre efeitos das mudanças em 2020

Indicado pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, como o coordenador  no Nordeste  responsável pelas eleições municipais de 2020, o deputado federal paraibano e presidente estadual do PTB Wilson Santiago,…

“A briga agora vai ser em Brasília” diz Carlão do Cristo ao anunciar que partido recorrerá sobre posse de Helena Holanda

O suplente Carlão do Cristo (PROS), que disputava junto com Helena Holanda e Marcílio do HBE a cadeira deixada por Eduardo Carneiro (PRTB) na Câmara de João Pessoa, anunciou que…