Por pbagora.com.br

 O deputado federal e candidato a Senador pela Coligação Paraíba Unida Vital do Rego Filho, Vitalzinho (PMDB) anunciou que, como Senador, irá destinar emendas ao Orçamento Geral da União para promover a capacitação e qualificação dos profissionais do turismo paraibano e para a divulgação do potencial turístico do estado. Foi durante debate com o trade turístico paraibano, na noite desta quinta-feira (22), no auditório do Hotel Caiçara, em João Pessoa.

Vitalzinho, que como deputado federal desenvolveu várias ações em prol do turismo, disse que vai continuar com a devida atenção ao setor, por entender que ele deve ser fortalecido. Vital foi o autor do projeto de Lei que instituiu a profissão de Agente de 

Turismo; colocou emendas ao OGU propondo investimentos em infra-estrutura turística em várias cidades paraibanas; e desenvolveu outras ações.

""Ele também esteve presente diretamente nos principais eventos de turismo do país, representando a Câmara dos Deputados e o estado da Paraíba. “O mandato de deputado federal foi, para mim, um laboratório muito importante para a postulação de um mandato de Senador da República”, destacou Vitalzinho.

Segundo ele, o potencial turístico da Paraíba é pouco explorado, o que também ocorre em todo o país. “35% do PIB da Espanha, por exemplo, são proporcionados pelo turismo. No Brasil esse percentual não chega a 5% ou 6%, mesmo existindo aqui muito mais atrativos turísticos do que lá. Podemos melhorar e vamos trabalhar para isso”, disse Vitalzinho.

Maranhão investiu – Vitalzinho lembrou que o governador José Maranhão (PMDB) desenvolveu várias ações em prol do turismo paraibano. Porém, no ‘hiato’ de seis anos em que outro governo comandou o Estado, o turismo acabou sendo esquecido. Ele lembrou iniciativas importantes da época de Maranhão, como a inserção do estado no Prodetur e a criação do Projeto Amanhecer.

“O Projeto Amanhecer era composto de uma série de ações para a hotelaria, infra-estrutura turística, divulgação e outras ações. Ele começou, muito bem, em 2001, mas foi esquecido a partir de 2003”, lembrou Vitalzinho. “Já o Prodetur foi implantado na Paraíba mas, na época do outro governo, não houve a competência suficiente para que as ações continuassem”, disse.

Notícias relacionadas

ALPB aprova empréstimo de R$ 300 milhões do Governo do Estado junto ao BNDES

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, na manhã desta terça-feira (15), durante sessão remota, o Projeto de Lei 2.926/2021, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Governo do…

Mulher vítima de violência denuncia marido à Polícia Civil, na capital

Uma mulher denunciou o marido por agressão doméstica na noite de ontem (15), em João Pessoa. O crime aconteceu no bairro Costa Silva, por volta de 23h30. À polícia, a…