O tenente coronel Lucas, responsável pelo 1º Batalhão da Polícia MIilitar da Paraíba, convidou, esperou, mas o deputado estadual Walber Virgulino, do Patriotas, não compareceu, na tarde desta terça-feira (26) à sede do estabelecimento para comprovar, in loco, que a denúncia feita sobre a existência da instalação de um ar-condicionado na cela do empresário Roberto Santiago era infundada. 

Em vídeo, divulgado na imprensa, o tenente coronel explica que a mídia local, diferentemente do parlamentar, pôde comprovar que o ar-condicionado existente no local era destinado a sala do primeiro andar, onde é realziado o Programa de resistência às drogas e à violênci, ou seja, que não corresponde ao dormitório dos detentos. 

O convite ao deputado foi feito no início da tarde de hoje, durante uma entrevista do tenente a uma emissora de rádio local

src=/userfiles/images/depas.JPG

ASSISTA AO VÍDEO

 

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Paraíba, um estado de milícias, corrupção e moralidade jogada no lixo

A retidão de um ser humano é medida por seus atos pautados na ética e nos princípios morais que nos garantem o mínimo de civilidade e convivência mútua. E aqui…

João Azevêdo parece já ter destino partidário certo e avisa que convidará amigos

Em entrevista concedida à emissora da Capital nesta sexta-feira (24), o governador da Paraíba, João Azevêdo parece já está decidido sobre seu futuro partidário. João deixou o PSB, partido pelo…