Integrante da bancada que dá sustentação política ao governador João Azevedo (PSB), na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado Buba Germano (PSB), reagiu, nesta quarta-feira (20), aos ataques da oposição às gestões do ex governador Ricardo Coutinho (PSB), e deixou claro que tem o orgulho de ter feito parte de um governo que mudou os destinos da Paraíba.

Ao ocupar a Tribuna da Casa, Buba disse que governo socialista ajudou a transformar a vida da Paraíba e elevou a qualidade de vida dos paraibanos., e que oposição não tem como não reconhecer os avanços que o Estado obteve na gestão de RC.

Ele criticou a postura de alguns oposicionistas que têm feito críticas ao ex governador socialista por conta da investigação à Cruz Vermelha.

“Nós temos o direito de, na Tribuna, emitirmos a nossa opinião. Só não temos o direito de desqualificar pessoas que ajudaram a construir a história da Paraíba. Eu quero dizer que eu tenho orgulho de dizer que eu me orgulho de fazer parte de um partido que ajudou a transformar a vida da Paraíba” afirmou.

Buba ainda disse que os deputados governistas não vão se intimidar com qualquer agressão feita ao PSB, por se tratar de um partido que ajudou a transformar a história política da Paraíba.

“Nós não fazemos parte de nenhum grupo criminoso. Eu prefiro discutir os avanços que nós tivemos” disse destacando o legado do PSB e da gestão de Ricardo Coutinho.

Ao se dirigir ao deputado oposicionista Walber Virgolino, Buba disse que “os oposicionistas não têm o direito de jogar pedras a quem sequer teve o direito de defesa”, e lembrou que quando secretário de Segurança do Rio Grande do Norte, Virgolino fez um excelente trabalho, mas não conseguiu impedir o avanço da violência no Estado.

 

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRF-5 deve retomar julgamento de processo contra Enivaldo Ribeiro

Nos próximo 15 dias deverá ser retomado, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), o julgamento do processo da Operação Sanguessuga envolvendo o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro.…

Por passe de Galdino, dirigentes admitem abrir mão do comando de siglas

Pelo menos três presidentes de partidos na Paraíba estão dispostos a abrir mão do comando de suas legendas para conquistar o ‘passe’ do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Adriano…