O clima, que já estava tenso, esquentou ainda mais na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) após a líder do movimento dos ambulantes, Márcia Medeiros ser impedida de falar na tribuna da Casa, conforme acordado com o presidente João Corujinha.

A líder pretendia se dirigir aos ambulantes repassando para eles o que ficou acordado durante reunião com o presidente e representantes da situação e oposição na Casa, mas foi impedida o que acabou gerando ainda mais indignação entre a categoria.

Por conta da quebra do acordo, Márcia revelou que os ambulantes irão realizar um protesto com queima de pneus na frente da Casa de Napoleão Laureano.

Os ambulantes acusam João Corujinha e Milanez Neto de terem encerrado a sessão para que Márcia Medeiros não se pronunciasse na tribuna.

Seguranças da Casa tiveram que intervir para que o vidro que separa a galeria do plenário não fosse quebrado.

CONFIRA COMO ESTÁ O CLIMA NA CMJP NESTE MOMENTO:

Com informações de Eliabe Castor

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…

Galdino faz apelo ao MP por mais tempo para gestores extinguir lixões

Em recente entrevista à imprensa o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) deputado Adriano Galdino (PSB), assumiu o apelo dos prefeitos do Litoral Norte do Estado, que alegando falta…