O vice-presidente do diretório estadual do PT e assessor do deputado
federal Luiz Couto, Rafael Maracajá, lamentou que por falta de um projeto
político para a Paraíba o grupo da família Cartaxo limita o debate no
partido a entrega de cargos ocupados por petistas no governo Ricardo
Coutinho (PSB).

O advogado Rafael Maracajá tomou posse na última sexta-feira (6) como um
dos vice-presidentes do PT estadual e nesta segunda assume a presidência do
PT de Serra Branca. Defensor do projeto de reeleição do governador Ricardo
Coutinho, Rafael destacou que o PT não tem cargos no governo do Estado. “O
grupo da família Cartaxo só pensa em 2016, só que antes precisa resolver
2014. O uso da prefeitura de João Pessoa construiu a vitória deles no PED,
mas impôs uma responsabilidade estadual que está deixando eles sem
respostas, só restando falar em cargos, um debate muito pobre para o
Partido dos Trabalhadores”, declarou Maracajá.

Ainda segundo Rafael, o grupo liderado pelos irmãos Cartaxo a colocar a
possibilidade de apoio ao “blocão”, mas ao mesmo tempo não apresentam
nenhuma proposta para o povo, nenhuma ideia nova, nem mesmo o candidato.
“Outros ainda têm a coragem de defender o PMDB como o projeto de
desenvolvimento para nosso Estado. E por fim, algumas figuras insistem em
continuar blefando sobre a possibilidade de candidatura própria. Enquanto
não encontram algum caminho, vão continuar se limitando a falar em cargos”,
lamentou.

Está aberta a temporada de confronto interno dentro da nova direção do PT
paraibano.

 

Ascom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Filho de Bolsonaro ironiza Julian Lemos e posta foto embaraçosa com o rosto do parlamentar

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) usou seu perfil numa rede social para ironizar o seu colega de partido e também deputado federal Julian Lemos, do PSL da Paraíba. Eduardo…

Bruno afirma ter apoio de vereadores de Romero para disputar PMCG

Prestes a se encontrar com o ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), para discutir a sucessão municipal de 2020, o ex-deputado Bruno Cunha Lima, e atual secretário-chefe do Gabinete do…