Por pbagora.com.br

 O ninho tucano está mesmo “confuso” na Paraíba. Enquanto alguns defendem a candidatura a governador em 2014, do senador Cássio Cunha Lima, como é o caso do presidente estadual da legenda deputado Ruy Carneiro, outros pensam ao contrário. É o caso do vice-presidente da Executiva estadual do PSDB na Paraíba, ex-deputado estadual João Fernandes.

João Fernandes não acredita que o senador Cássio Cunha Lima sairá candidato ao governo do Estado nas eleições de 2014. Contudo, ressalta que é partidário e segue as orientações do que ficar decidido dentro do ninho tucano.
Voltando no tempo, Fernandes lembrou que na campanha passada, ele, o senador Cícero Lucena, e mais outros não concordavam com a aliança PSDB/PSB, mas, no entanto, depois de selado o entendimento entre Cássio Cunha Lima e Ricardo Coutinho e depois que percebeu que a maioria queria voltar ao governo, todos respeitaram a decisão majoritária.

“Mais do que respeitar, nós colaboramos para que em convenção do PSDB aprovasse a aliança com Ricardo Coutinho”, referendou.
Indagado sobre a dubiedade do comportamento do PSDB que em Brasília faz consulta para saber se Cássio pode disputar o pleito e na Paraíba alguns defendem a manutenção da aliança, Fernandes disse que a consulta ao TSE não quer dizer nada.

“ Não tem nada a ver uma coisa com a outra. A atitude de fazer a consulta é algo pessoal e reservada. É óbvio que quem faz a consulta tem em si o desejo de ver Cássio candidato, mas entre o desejo de um parlamentar da Paraíba e vontade de Cássio, há uma distância muito grande”, destacou.

Perguntado ainda se esse seria seu desejo, João Fernandes disse que gostaria que o PSDB tivesse candidato ao governo nas eleições de 2014, como defendeu na campanha passada. Segundo ele, partido que não disputa os cargos majoritários está fadado ao fracasso.

PBAgora

Notícias relacionadas

Estados liderados por bolsonaristas encabeçam mortes por covid-19; veja posição da Paraíba

Um estudo feito pela unidade de inteligência do portal Congresso em Foco mostra que os estados que mais votaram em Jair Bolsonaro no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018…

Sem unidade, esquerda pode ficar fora do 2º turno em 2022

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, Jackson Macedo, disse em entrevista a imprensa que os partidos do chamado campo democrático podem ficar de fora de um possível…