Por pbagora.com.br

Em 2017, Lucas de Brito iniciou seu segundo mandato na Câmara Municipal de João Pessoa após ter recebido 5.301 votos. Também foi eleito vice-presidente da Casa Napoleão Laureano, em recente declaração à imprensa o vereador pessoense revelou que a presença do senador Raimundo Lira (PSD) no campo das oposições vem muito a somar, pois é uma pessoa de conduta reta, limpa e proba.

 

 

“O senador Raimundo Lira é um grande nome no Estado. Homem de conduta reta, limpa e proba que vem a somar bastante para a chapa das oposições. O PSD o seu partido tem uma importância política significativa e nós aguardamos que haja toda uma composição das oposições para a vitória desta chapa nas urnas. Lira tem condições de ser um excelente senador, vem fazendo um bom trabalho no Legislativo Federal. Ele (Lira) vem muito a somar”, disse Lucas de Brito. Confira o depoimento completo do vereador no link: https://youtu.be/iKtKjsyT84s

 

 

Filho de Maria de Fátima Clemente e de Eitel Santiago de Brito Pereira. Lucas também é neto do ex-deputado federal e ex-presidente da Academia Paraibana de Letras, Joacil de Brito Pereira. Na atual legislatura, Lucas assumiu a presidência da Comissão Especial de Revisão das Leis Municipais, cujo intuito é adequar a legislação aos anseios da sociedade atual, excluindo algumas das mais de 13 mil leis vigentes além de organizá-las por temas, de modo a facilitar o conhecimento das mesmas por parte da população.

 

 

Redação

 

Notícias relacionadas

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João Azevêdo, ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…

Opinião: na PB, uma terceira via política quase nunca existiu, e a história conta

A história da Paraíba sempre foi acompanhada por eventos políticos, confrontos violentos. Assassinatos históricos. Tratados de paz e embates bélicos travados, por exemplo, entre franceses e portugueses. Tabajaras e potiguaras.…