Por pbagora.com.br

 Vice-prefeito eleito de Dona Inês abriu mão de 100 mil destinados ao seu gabinete

Uma atitude do Jovem Vereador Demétrio Ferreira, eleito vice-prefeito do Município de Dona Inês, nas últimas eleições, tem sido o principal assunto nas rodas de conversas da pequena Cidade que fica a cerca de 150 Quilômetros de João Pessoa, Capital do Estado da Paraíba.

Presente no orçamento para o exercício financeiro de 2017 no Município, de pouco mais de 12 mil habitantes, o recurso no valor de R$ 100.000.00 (cem mil reais) deveria ficar a disposição do Gabinete do Vice-prefeito eleito, Demétrio Ferreira, para que fosse usado conforme as necessidades. Mas uma discussão momentos antes da votação do Orçamento, fez com que Demétrio abrisse mão do recurso.

O Município de Dona Inês é um dos que mais sofre com a estiagem prolongada. Há mais de quatro anos a escassez de água na Cidade é um dos principais problemas enfrentados pela população e que tem sido um desafio para a Gestão Pública.

No orçamento para 2017 foram disponibilizados R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais) para o enfrentamento a seca, valor este, insuficiente para o desenvolvimento de políticas públicas de enfrentamento a estiagem, segundo os Vereadores. Foi a partir dessa análise, que o Vereador Edmilson sugeriu que recursos de outras áreas fossem direcionados para o combate à seca. Não havendo outros recursos disponíveis, Demétrio Ferreira acatou a ideia de usar os cem mil reais, destinados para seu gabinete, em ações de abastecimento de água na Cidade, enfrentado a estiagem. “Eu seria insensível se não acatasse a sugestão do Vereador Edmilson. Nosso problema maior é mesmo a falta de água. Confio no Prefeito eleito João Idalino e sei que esse recurso será bem usado.” Comentou Demétrio Ferreira.

Demétrio Ferreira está encerrando seu segundo mandato como Vereador e por duas vezes foi Presidente da Casa Legislativa Municipal de Dona Inês. O jovem político segue na vida pública, agora como Vice-prefeito do Município.


Redação com Assessoria

 

 

Notícias relacionadas

Opinião: a força do PP nas eleições de 2022 pode mudar o cenário político na PB

Em política, nada é desprezível. Gostando, ou não, o próprio homem é um recipiente político. A filosofia explica tal fato. Aristóteles formulou um pensamento próximo ao que escrevi. Claro! Meu…

Ruy se mostra contra aumento de 69% do salário de servidores federais

“Quero falar sobre um assunto que deixa a todos nós indignados”, assim o deputado federal Ruy Carneiro, iniciou um debate acerca da portaria que autoriza uma parcela de servidores federais…