A Câmara Municipal de Baía da Traição quer afastar do cargo o prefeito da cidade, Manuel Messias (PMDB). A alegação dos vereadores da oposição é que o chefe do Executivo tem se recusado a passar informações sobre a administração municipal, principalmente com relação as finanças. A intenção é tirar Messias da prefeitura por um prazo máximo de 180 dias.

De acordo com o líder da oposição, Marcelo Ferreira (DEM), mesmo diante do pedido de informações dos vereadores, o prefeito tem se negado a encaminhar para a Câmara Municipal balancetes financeiros, cópias de nota fiscais, dentre outras informações. O que, segundo o parlamentar, contraria a Lei Orgânica do município. “Ele vem se esquivando de prestar esclarecimentos constitucionais à Câmara. O prefeito não está permitindo que façamos o exercício de fiscalização”, afirmou.

Marcelo disse que o afastamento de Manuel Messias seria para permitir que os vereadores investiguem as ações realizadas pela prefeitura. “É uma medida corretiva para mostrar a força que o legislativo tem. Com o afastamento, o vice toma conta e nos manda as planilhas. Se ficar provado que não houve nenhuma irregularidade ele volta”, destacou.

O prefeito foi à sessão desta quinta-feira (17) na Câmara Municipal de Baía da Traição para prestar esclarecimentos sobre as acusações levantadas pelos vereadores. A reportagem tentou entrar em contato com a prefeitura, mas as ligações não foram atendidas.

“Se ele conseguir nos convencer a gente encerra, se não convencer vamos pedir o afastamento”, completou Marcelo. O vereador disse ainda que a Câmara votou favorável para que seja movida uma ação de improbidade contra Messias.

PB Agora com Jornal da Paraíba

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aliados discordam de Cartaxo sobre critérios para escolha de candidato

Ao destacar que João Pessoa não pode voltar ao retrocesso e afirmar que o Partido Verde terá candidatura própria à prefeitura de João Pessoa neste ano, o prefeito da capital…

Opinião: Paraíba, um estado de milícias, corrupção e moralidade jogada no lixo

A retidão de um ser humano é medida por seus atos pautados na ética e nos princípios morais que nos garantem o mínimo de civilidade e convivência mútua. E aqui…