A Câmara Municipal de Baía da Traição quer afastar do cargo o prefeito da cidade, Manuel Messias (PMDB). A alegação dos vereadores da oposição é que o chefe do Executivo tem se recusado a passar informações sobre a administração municipal, principalmente com relação as finanças. A intenção é tirar Messias da prefeitura por um prazo máximo de 180 dias.

De acordo com o líder da oposição, Marcelo Ferreira (DEM), mesmo diante do pedido de informações dos vereadores, o prefeito tem se negado a encaminhar para a Câmara Municipal balancetes financeiros, cópias de nota fiscais, dentre outras informações. O que, segundo o parlamentar, contraria a Lei Orgânica do município. “Ele vem se esquivando de prestar esclarecimentos constitucionais à Câmara. O prefeito não está permitindo que façamos o exercício de fiscalização”, afirmou.

Marcelo disse que o afastamento de Manuel Messias seria para permitir que os vereadores investiguem as ações realizadas pela prefeitura. “É uma medida corretiva para mostrar a força que o legislativo tem. Com o afastamento, o vice toma conta e nos manda as planilhas. Se ficar provado que não houve nenhuma irregularidade ele volta”, destacou.

O prefeito foi à sessão desta quinta-feira (17) na Câmara Municipal de Baía da Traição para prestar esclarecimentos sobre as acusações levantadas pelos vereadores. A reportagem tentou entrar em contato com a prefeitura, mas as ligações não foram atendidas.

“Se ele conseguir nos convencer a gente encerra, se não convencer vamos pedir o afastamento”, completou Marcelo. O vereador disse ainda que a Câmara votou favorável para que seja movida uma ação de improbidade contra Messias.

PB Agora com Jornal da Paraíba

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Petista reage a possível cobrança de pedágio nas BRs da PB: “Privataria cega”

O deputado estadual Anísio Maia (PT) tachou como “privataria cega” a possibilidade de cobrança de pedágio nas BRs 230 e 101. Na semana passada o presidente Bolsonaro informou que iria…

Lideranças do PSB pregam diálogo para estancar crise no partido

Lideranças do PSB tentam estancar crise do partido na Paraíba e evitar dissabores nas urnas nas eleições 2020. O líder do governo estadual na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa (PSB),…