Por pbagora.com.br

Nesta segunda-feira (27), o presidente da Câmara Municipal de Bayeux, Inaldo Andrade revelou que seis vereadores da cidade entraram com pedido de cancelamento das eleições que devem ocorrer no mês de agosto, após renúncia do prefeito afastado, Berg Lima.

De acordo com Inácio o pedido foi feito na última sexta-feira (24), mas somente nesta segunda foi comunicado a Mesa Diretora.

O requerimento foi apresentado pelo vereador Betinho da RS (Podemos) e subscrito por mais cinco parlamentares (Josauro Pereira, José Inácio da Cunha, Lucília Luiz, Mauri Batista e Roni Peterson Alencar).

A justificativa é de que a emenda à Lei Orgânica Municipal contendo a previsão do pleito indireto caso houvesse vacância da prefeitura em até seis meses do fim do mandato nunca foi publicada no Diário Oficial de Bayeux e, segundo o autor, não haveria validade de seu texto.

Caso a eleição indireta não seja cancelada, a Câmara tem o prazo de 30 dias, contados da vacância do cargo, para realizá-la, ou seja, deve ser realizada até próximo dia 13 de agosto.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho defende ampliação de saque do FGTS

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) é destaque no Jornal “Valor Econômico”, ao defender ampliação do acesso do trabalhador ao saque do FGTS em tempos de Pandemia. Leia a matéria na…

Romero propõe subsídio para empresas e evita crise no transporte coletivo em CG

Romero surpreende Conselho de Transporte Público com proposta de subsídio para as empresas de ônibus condicionado a uma bonificação de 100% na passagem para o usuário de coletivo Na prática,…