Por pbagora.com.br

Informação veiculada na coluna do jornalista Arimateia Souza, que acompanhou de perto os bastidores da sucessão na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande mostra que o clima esquentou na casa Félix Araujo, logo após a vereadora Ivonete Ludgério (PSD) ter sido escolhida para comandar o primeiro biênio na Casa.

Dois vereadores quase chegaram às vias de fato, tudo por conta da possibilidade de antecipação da eleição da Mesa Diretora para o segundo biênio. O entrevero foi protagonizado pelos vereadores Lula Cabral (PRB) e Alexandre do Sindicato (PMDB) e foi preciso o vereador Sargento Neto, novato no legislativo, intervir para apaziguar os ânimos exaltados dos vereadores.

O fato foi presenciado por diversos colegas, que ficaram atônitos com o desdobramento do episódio.

No parlamento, as brigas entre vereadores são costumeiras. Recentemente a Casa Félix aprovou o reajuste salarial e a implantação de 13º salário para vereadores , fato que gerou reação e indignação popular. Grupos chegaram a jogar esterno na entrada da Casa com forma de protesto.

 





A coluna completa pode ser acessada aqui

 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

PT-PB aposta em diálogo com partidos fora da base para derrotar Bolsonaro

O diálogo do PT com legendas que, historicamente, não são aliadas ao partido para formação de grande frente nacional contra o governo Jair Bolsonaro seja formada. Essa tem sido a…

MPPB ajuíza ação contra Dedé Romão por doação irregular de terrenos em Pedras de Fogo

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através do promotor Marinho Mendes, ajuizou Ação Civil de Improbidade Administrativa contra o ex-prefeito de Pedras de Fogo, Dedé Romão, por suposta doação irregular…