A polêmica sobre os vazamentos das mensagens entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procurador da República, Delton Dallagnol, no âmbito da Operação Lava Jato e que tinham como principal alvo os processos contra o ex-presidente Lula (PT), vem elevando o clima de críticas entre aliados e opositores ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), na Câmara Municipal de João Pessoa.

 

Ontem (11), enquanto a vereadora Eliza Virgínia (PSD) fez uso dos eu discurso, para detalhar os diálogos entre Moro e Dellagnol. A vereadora disse que o ministro Sérgio Moro está certo quando diz que tudo que está acontecendo é uma cortina de fumaça para encobrir as coisas que estão e que ainda vão acontecer de bom no Brasil. “Ninguém vai acreditar em quem divulgou essas informações”, disse.

 

O vereador João Almeida ocupou a tribuna para rebater Eliza afirmando que realmente houve fraude e que Moro errou. “Ele tem que pagar como Lula está pagando”, completou. Marcos Henriques já tinha se pronunciado sobre o assunto nas redes sociais e usou a tribuna para relembrar que Sérgio Moro divulgou os áudios de conversa de Lula e Dilma e já está pagando pelo que fez. “O fato é que, depois de tudo isso, ficou claro que o Supremo precisa revogar a prisão do ex-presidente Lula”, disse.

 

 

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian diz que informação sobre lista negra de Bolsonaro é ‘fake news’ e critica jornal

O deputado federal Julian Lemos, após o Jornal O Globo afirmar que ele estaria ‘numa lista negra’ do presidente da República Jair Bolsonaro, afirmou que a informação é uma ‘fake…

Sexta fase da Operação Calvário cumpre mandados de busca e apreensão, na PB

Mais uma fase da Operação Calvário foi deflagrada nesta terça-feira (15). O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) cumpre, desde as primeiras horas da manhã…