Por pbagora.com.br

 O vereador Raoni Mendes (PDT) criticou o anúncio do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), que definiu, na sexta-feira (17), o reajuste de apenas 3% no salário dos servidores públicos da capital. Segundo o parlamentar, o aumento salarial do funcionalismo, além de está sendo pago com atraso, é menor do que o anunciado em várias cidades do Estado.

“Os servidores públicos de Campina Grande terão reajuste de 6,56%. Como pode a capital conceder um aumento de apenas 3%? Nosso gestor não deve saber o significado da palavra aumento. Eu jamais presenciei tamanha desfeita e irresponsabilidade com os trabalhadores como o que está sendo feito pelo PT”, destacou o vereador.

Raoni ressaltou a importância da valorização dos servidores, pois de acordo com o parlamentar a crise nacional, citada pelo prefeito como empecilho para aumentar o salário dos funcionários, é uma desculpa para tentar disfarçar a falta de organização na administração do Executivo Municipal.

“Além de ter anunciado o aumento com atraso, o gestor transformou a capital do Estado num vexame, quando se fala em gestão. Prometeu valorizar os funcionários públicos, concedeu menos que a inflação e bem menos do que cidades do interior da Paraíba”, disse Raoni.

 

Ascom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano critica fechamento de agências do BB e destaca prejuízos para a população em plena pandemia

O senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB) criticou o anúncio feito pelo Governo Federal, por meio do Banco do Brasil, na última segunda-feira (11/01), informando ao mercado que a instituição…

Presidente do Podemos-PB é nomeado secretário pelo governador João Azevêdo

O ex-vereador de Campina Grande, Joseildo Alves, o Galego do Leite (Podemos), foi nomeado pelo governador João Azevêdo como secretário executivo de Articulação Municipal do Estado. Galego é presidente estadual…