Por pbagora.com.br

 O vereador Raoni Mendes questionou a secretária de Saúde de João Pessoa, Mônica Rocha Rodrigues, nesta terça-feira (29), durante audiência pública na Câmara Municipal, sobre o descaso verificado no Ortotrauma de Mangabeira (Trauminha), relatado pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde, apos fiscalização do local.

O Departamento Nacional de Auditoria do SUS constatou cuidados inadequados aos usuários do hospital, que necessitaram de assistência, principalmente no setor de ortopedia. Segundo relatório oficial, divulgado após a auditoria, foram detectados alto índice de suspensão de cirurgias traumatológicas, por falta de materiais; longa fila de espera para realização de cirurgias eletivas; internações de pacientes em corredores e enfermarias improvisadas, equipamentos médicos sem funcionamento, por falta de manutenção, entre outros problemas.

Raoni indagou a secretária Mônica Rocha sobre a solução da problemática do hospital, pois o Sistema Nacional de Auditoria não aceitou a justificativa da Secretaria de Saúde sobre os problemas encontrados no Trauminha. De acordo com o relatório do Departamento de Auditoria, os responsáveis pela Saúde de João Pessoa não apresentaram documentos ou informações capazes de modificar os fatos apontados pelo documento.

Indignado, o vereador citou o caso de um paciente que está internado no Trauminha aguardando uma cirurgia no tornozelo. Ele, inclusive, parou de sentir os dedos do pé. Raoni questionou, também, qual o problema para a não renovação do contrato com a empresa responsável pela limpeza do hospital e como esse serviço está sendo realizado, sem uma empresa que o preste. "Temos denunciado os descasos no hospital há um bom tempo e a prefeitura nada tem feito para solucionar", destacou.

O parlamentar ressaltou, ainda, as denúncias de que serão demitidos mil funcionários da saúde de João Pessoa. "Se for haver, quais são os serviços que deixarão de ser ofertados a população. Acredito que todas as contratações aconteceram por necessidade e compõem um quadro que faz funcionar serviços essenciais de saúde, à população de João Pessoa", disse.

Sobre as audiências realizadas na Câmara – O vereador Raoni Mendes questionou o descumprimento da Lei Complementar 141, que define que o gestor do SUS deve apresentar, até o final dos meses de maio, setembro e fevereiro, em audiência pública na Casa Legislativa o relatório quadrimestral. Raoni teve aprovado requerimento solicitando calendário de presença da secretária de Saúde. Porém, o mesmo não foi encaminhado à Casa, e ela não compareceu no mês de maio.

 

Ascom

Notícias relacionadas

Ruy se mostra contra aumento de 69% do salário de servidores federais

“Quero falar sobre um assunto que deixa a todos nós indignados”, assim o deputado federal Ruy Carneiro, iniciou um debate acerca da portaria que autoriza uma parcela de servidores federais…

“Terá candidato”, diz Galdino garantindo que João irá se pronunciar sobre eleição presidencial

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino, afirmou, neste final de semana, que o governador João Azevêdo (Cidadania) não deve ficar em cima do muro,…