Por pbagora.com.br

Integrante da oposição na Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador Galego do Leite (Podemos), disse que é contra ao projeto de reajuste dos parlamentares campinenses.

Em entrevista a Rádio Caturité FM, ele destacou a contrariedade ao aumento salarial de cerca de 30% em relação ao salário vigente.

– Eu sou contra o reajuste, pois a população não entenderia que os vereadores recebam um aumento. Nós vivemos em um momento de crise, e os vereadores ganham bem. O salário é R$ 12.025. Com os descontos, recebo pouco mais de R$ 8 mil. Não seria compreendido um aumento de 20% ou 30%, e duvido muito que qualquer um vereador queira sugerir esse aumento de salário. Não pegaria bem – afirmou.

Em recente entrevista, a presidente da Câmara de Vereadores de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), levantou a possibilidade de discussão sobre um possível reajuste salarial para os vereadores, que sairia de R$ 12.025,00 para cerca de R$ 16 mil.

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: o clã Cunha Lima está ameaçado e Pedro pode ser a pedra no sapato do grupo

A verdade é crua. Talvez possa ser amenizada com toques de sal. Desidratar é a palavra chave. E se formos ao Egito antigo, uma dinastia passava aos seus posteriores a…

Opinião: estaria Cícero Lucena pavimentando novos caminhos para Leo Bezerra trilhar?

O vice-prefeito de João Pessoa, Leo Bezerra, seguramente é o político que mais tem gozado de prestígio na gestão de Cícero Lucena. Esta é, pelo menos, é a impressão que…