A Paraíba o tempo todo  |

Veneziano vê tentativa das Forças Armadas de intimidar Senado e pede respeito aos poderes

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O Vice-Presidente do Senado Federal, Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) considerou a nota assinada pelo ministro da Defesa, Walter Braga Neto, e pelos comandantes das Forças Armadas, criticando o presidente da CPI da Covid, Senador Omar Aziz (PSD-AM), como uma “tentativa de intimidação” ao Senado Federal.

Por meio das suas redes sociais, Veneziano publicou um vídeo em que destaca que a nota “agride e se dirige também à intuição Senado Federal”. “Mais uma vez não poderíamos deixar de ressaltar aquilo que deveria ser a compreensão e a prática dos que ainda ousam em confundir os papeis institucionais, constitucionalmente previstos”.

Segundo Veneziano “não será, portanto, com atos intimidatórios, com alusões, mesmo que sensíveis ou mesmo que com outras linhas, que nós construiremos ou continuaremos a dar a solidez institucional que o Brasil cobra e que o Brasil e os brasileiros merecem”, destacou.

“Por isso, não poderíamos deixar de registrar a nossa veemente repulsa a essa reiterada demonstração, por parte de alguns, que confundem as suas competências e atribuições”, disse o Vice-Presidente do Senado.

Entenda o caso – Durante sessão da CPI, o presidente da Comissão, Omar Aziz, declarou que “há muitos anos a gente não via membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua do governo”. A nota dos militares veio após a prisão de Roberto Dias, classificando a declaração do senador como “grave, infundada e irresponsável”.

Veja o vídeo:

Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe